O Palmeiras é, talvez, o maior protagonista nesta Copa Libertadores da América, até porque, mesmo o clube não sendo cabeça de chave, é como se fosse o Manchester City ou Paris Saint Germain das Américas, pelo fator de ser a equipe mais rica do continente.

Os patrocínios da Crefisa e FAM (Faculdade das Américas) fizeram com que o alviverde da capital se tornasse um clube muito poderoso financeiramente, mas o Palmeiras não foi o que mais contratou nesta temporada e terá que utilizar muito os reforços que não renderam na temporada de 2017 para este ano.

O técnico Roger Machado acredita no potencial dos jogadores contratados na temporada passada e ainda quer contar muito com os poucos atletas que foram contratados para esta temporada, mas não é porque são poucos que não serão importantes, tanto que um deles é o meio-campista Lucas Lima.

Rival na Libertadores

O Verdão caiu em um dos grupos mais difíceis da competição, pelo motivo de não ser um cabeça de chave, acabou tendo como um de seus rivais na mesma chave, o poderoso clube argentino Boca Juniors, que já foi campeão da competição durante seis vezes, ficando atrás somente do maior campeão da Libertadores, o Independiente, também da Argentina.

Roger Machado, como técnico do Palmeiras, analisará friamente o rival antes de enfrentá-lo pela Copa Libertadores da América, por isso, terá que ver todos os jogadores que serão titulares e também terão grandes chances de entrar na partida.

O que ninguém esperava é que o Boca iria fazer uma grande contratação nesta janela de transferências, pois o clube contratou o atacante argentino muito famoso internacionalmente, Tevez, que tem muita história contra clubes brasileiros pela competição.

O atleta estava atuando em um clube chinês e não vivia grandes momentos, mas há dois anos, o atleta vivia grandes momentos no clube europeu, Juventus, por este motivo que o atacante vem para ser protagonista do clube na competição, contando que já é ídolo por lá.

Maior reforço da Libertadores

Talvez o jogador contratado pelo Boca seja o maior reforço da Libertadores, mas não dá para afirmar que o atacante fará uma boa competição, por conta da sua idade de 33 anos, mas é, sem vias de dúvidas, o jogador mais bombástico e que mais cria expectativas em cima de suas atuações [VIDEO].

Agora, o meio-campista Lucas Lima pode vir a se tornar o maior reforço da competição [VIDEO], dependendo então, de como serão suas atuações pelo Verdão.