A negociação do Corinthians para contratar Henrique Dourado está durando mais tempo do que se esperava. Mesmo com o jogador afirmando o desejo de mudar de ares em 2018, a diretoria do clube paulista deixa claro que não negocia mais a sua contratação.

Após a saída de Jô para o futebol japonês, diversos nomes foram sondados, como Fred e Leandro Damião, porém, não houve acordo com ninguém até esse momento. Nos últimos dias o nome de Gilberto, ex-jogador do São Paulo, cresceu como uma possível solução para o setor ofensivo do time de Fábio Carille.

O seu empresário, Sandro Zardo [VIDEO], conversou com o site Meu Timão, onde deixou claro que está negociando com a diretoria corintiana para a ida de Gilberto ao alvinegro.

''Estamos conversando, negociando algumas coisas, está indo tudo bem. A parte mais importante é que o Gilberto está feliz pelo interesse do Corinthians [VIDEO]e gostou de tudo que passei para ele. Isso não tem dia ou hora para resolver, estamos conversando'', afirmou.

Para contrata-lo, a diretoria teria que superar a enorme desconfiança que vem da torcida em direção ao atacante. Isso porque em 2011, quando atuava no Santa Cruz, o jogador tinha tudo certo para vestir a camisa do Timão, mas se última hora acabou indo para o Rio Grande do Sul, onde foi contratado.

Nas redes sociais, até uma hashtag contra a sua contratação. Muitos acreditam que há outros nomes no mercado que possa substituir o Jô à altura. Além da forte rejeição dos corintianos, ainda conta com o desejo do próprio atleta em atuar em uma equipe de fora do Brasil, já que o seu nome foi especulado em várias equipes, mas sem avanço com nenhuma delas.

As suas duas últimas temporadas ainda foi jogando no São Paulo. O atacante começou 2017 em alta, fazendo gols e aumentando a disputa por espaço com o argentino Lucas Pratto. Todavia, o tempo passou e o seu futebol não foi mais o mesmo e terminou não permanecendo.

Até o momento, Henrique Dourado é o que tem mais aceitação. Em entrevista após o empate contra o PSV, da Holanda, na Flórida Cup, o atacante do time carioca falou abertamente sobre o seu desejo de mudar de ares em 2018. Para traze-lo ao Parque São Jorge, Roberto de Andrade está disposto a pagar 8 milhões de reais por 50% dos seus direitos econômicos.

A tendência é o alvinegro começar o Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta, com o Kazim como centro-avante. Na Flórida Cup ele se destacou e pode ganhar uma sequência de jogos como titular.