O Palmeiras já está trabalhando forte para a temporada ser diferente do que foi ano passado. Sem priorizar nenhum campeonato, o objetivo do clube é conquistar o que vier pela frente.

Sustentando a busca por novas taças, a diretoria trouxe diversos novos reforços: Lucas Lima, Emerson Santos, Marcos Rocha, Diogo Barbosa e Weverton. Victor Luís voltou de empréstimo e não defende mais o Botafogo-RJ. É opção para Roger Machado, novo técnico.

Por falar em Roger Machado, o treinador escalou o time que enfrentou o Atibaia, em jogo treino na Academia de Futebol, na sexta-feira (12) de forma bastante diferente.

Publicidade
Publicidade

A começar pelo gol: Weverton foi o jogador titular na meta e desbancou Fernando Prass e Jaílson. Nas poucas vezes que foi solicitado, trabalhou bem. Levou o respeito de Machado.

No ataque, Willian seguiu na reserva e Keno foi o titular. Mas, quando entrou, Willian marcou o gol da vitória e chamou a atenção do novo técnico. Quem fica com a vaga? Essa pergunta será respondida após os treinos até a estreia no Campeonato Paulista, na próxima quinta-feira (18), contra o Santo André.

Alexandre Mattos, executivo do Palmeiras
Alexandre Mattos, executivo do Palmeiras

Nova proposta

Dudu, um dos grandes destaques da equipe, foi novamente sondado pelos chineses do Changchun Yatai. Ou melhor, as conversas não ficaram em simples sondagem. O Yatai mandou uma nova proposta: 13 milhões de euros (quase R$ 51 milhões) e salários de 4,5 milhões de euros (R$ 15,5 milhões) por temporada. O contrato seria de quatro anos.

Segundo o jornal Lance!, o Palmeiras procurou Dudu e o atacante reafirmou vontade de permanecer e ganhar mais títulos no Brasil.

Publicidade

Sem precisar vender para fazer caixa, a diretoria negou a proposta dos chineses e o jogador segue vestindo a camisa palmeirense.

Não é a primeira vez que Dudu recebe propostas da China. De acordo com levantamento do próprio jornal que divulgou a nova proposta, já é a quarta vez que valores chegam na mesa do presidente. Sem pressa, o Verdão quer pegar muito mais recursos no futuro com a possível venda.

As vendas de Yerry Mina (Barcelona), Vitor Hugo (Fiorentina) e Gabriel Jesus (Manchester City) somaram cifras gigantes.

O Palmeiras sustentou seu caixa em mais de R$ 200 milhões somente com a venda dos três atletas. Frequentemente vendem-se alguns destaques da base. Vitinho, por exemplo, está jogando pelo Barcelona-B e recebe muitos elogios pelas suas atuações.

O financeiro palmeirense sorri. Não precisou de ajuda da Crefisa até agora para fechar com novos reforços. Será que a patrocinadora ainda vai ajudar em 2018?

Leia tudo e assista ao vídeo