Neymar já está há quase uma temporada jogando pelo Paris Saint-Germain, mas sua transferência do Santos para o Barcelona ainda continua rendendo polêmicas e ações na Justiça. Novos fatos sobre o caso foram publicados nesta semana pelo jornal espanhol El Mundo, que trouxe os verdadeiros valores da transação. E ela custou bem mais do que o declarado.

A reportagem teve acesso aos documentos que Eduardo Musa, representante de Neymar pai, entregou para as autoridades brasileiras.

Publicidade
Publicidade

Eles relevam que o clube espanhol pagou 134 milhões de euros, que na cotação atual dá algo em torno de 529,3 milhões de reais. O valor é mais que o dobro do que o que foi declarado pelo ex-presidente do Barça, Sandro Rosell, atualmente preso por corrupção. Na época ele informou que pagou 57,1 milhões de euros (225,5 milhões de reais, na cotação atual) para contar com o camisa 10 da Seleção Brasileira.

Os documentos ainda mostram que foram gastos 71 milhões de euros, ou 280,4 milhões de reais, na cotação atual, apenas em salários do jogador.

Neymar pode ir parar no maior rival do Barça
Neymar pode ir parar no maior rival do Barça

Já o jornal El País teve acesso a documentos que mostram valores referentes aos direitos de imagem, além de arrendamento de serviços profissionais entre uma das empresas do pai do jogador e o clube catalão.

Outra publicação espanhola, o jornal El Confidencial, havia noticiado na última segunda-feira (15) que o Barça havia pagado 100 milhões de euros – cerca de 395 milhões de reais -, pelo ex-santista. Audiências deverão ser marcadas em breve para que a verdade seja esclarecida.

Publicidade

Vai para o Real?

Com a saída cada vez mais iminente de Cristiano Ronaldo do Real Madrid, o clube merengue vê em Neymar o substituto ideal para o CR7. Nesta semana, a contratação do brasileiro ganhou um grande apoiador. Ou melhor, um grupo de apoiadores. Nomes importantes do elenco, como o capitão Sérgio Ramos e o lateral Marcelo, estão trabalhando para que o jogador do PSG vá para Madri após a Copa do Mundo. Pelo menos é o que informa o jornal Mundo Deportivo em sua edição deste sábado (20).

“Se fosse por mim, traria ele em dezembro”, disse o zagueiro em entrevista dada em novembro do ano passado e relembrada pela reportagem, que também citou que ele estaria tentando convencer o presidente do Real Madrid, Florentino Peres, inicialmente resistente à ideia de buscar a contratação do brasileiro.

A reportagem diz que agora o mandatário já passou a ver o negócio com “bons olhos”. Em constantes trocas de mensagens com o jogador do PSG, Marcelo teria dito a Neymar que o elenco do Real o receberia de braços abertos.

Publicidade

Leia tudo e assista ao vídeo