Depois de terminar uma temporada brilhante com um Campeonato Paulista e Brasileiro, o Corinthians [VIDEO] iniciou a temporada 2018, contra o time do PSV da Holanda, em busca de ajustes e a continuidade do trabalho de Fábio Carille.

Primeiro Tempo

O jogo preso ao meio de campo não fluía para nenhum time. A forte marcação do time paulista se limitava apenas nos contra-ataques. A primeira grande chance aconteceu com o time holandês, depois de um escanteio bem batido onde goleiro Cássio afastou a bola da grande área. Aos 17 minutos, o goleiro corintiano teve que trabalhar mais uma vez, em um chute de Van Ginkel e logo no lance seguinte depois de um escanteio bem cobrado do time holandês, De Jong, livre, cabeceia para fora.

Aos 22 minutos, em uma linda cobrança de Jadson a bola encontra Rodriguinho livre, para fazer o primeiro gol do Corinthians.

O Corinthians, após o gol, começou a se soltar mais na partida, porém alguns erros de entrosamento, atrapalhavam o bom jogo praticado pelo time paulista, já o time holandês estava conseguindo achar espaços na defesa corintiana, porém, sem sucesso no último passe.

O jogo morno ajudava os passes laterais do time paulista, já o PSV só conseguia chutar em gol de fora da área. O time bem organizado, característica resgatada do time de Fábio Carille, não deixou com que o PSV tomasse conta da partida. Até o final do primeiro tempo o time paulista soube controlar as decidas do time holandês, sendo perigoso também quando ia ao ataque.

Segundo Tempo

O Corinthians trocou todo time para o segundo tempo, conforme foi feito o planejamento para esta partida.

Diferentemente do que ocorreu na etapa inicial, o Corinthians não “esperou” o time holandês, partindo para o primeiro ataque logo no primeiro minuto de jogo. Após o primeiro lance de ataque do time corintiano recuou um pouco deixando o time do PSV avançar.

A presença do time holandês no campo corintiano fazia com que o time paulista fizesse faltas desnecessárias, deixando a organização de lado. O espaço deixado fazia com que cada chute do PSV fosse perigoso. Aos 18 minutos, De Jong, obriga o goleiro Cássio, a fazer uma boa defesa, depois de um escanteio bem batido pelo time holandês. Apesar da presença do PSV no ataque, o time errava no último passe ou chutava longe do gol do Corinthians. Aos 42 minutos, o goleiro Caíque França buscou uma bola difícil não deixando o PSV empatar a partida. O Corinthians até o final da partida, passou alguns sustos em mais uma defesa milagrosa do goleiro corintiano. No final da partida, o Corinthians não conseguiu segurar a partida, levando um gol nos acréscimos.

Cobrança de pênaltis

De acordo com o regulamento da Flórida Cup, caso acontecesse o empate no tempo regulamentar haveria disputa de pênaltis. O ganhador dos pênaltis levaria na bagagem um ponto a mais.

O bom desempenho de Caíque nos pênaltis fez com que o time paulista levasse o ponto extra.