O maior campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior estreou de forma tranquila ganhando de 3 a 0 do Corumbaense, estreante na competição. O Corinthians precisava mostrar que ainda está forte depois de uma temporada irregular, como ocorreu na temporada passada da categoria.

Primeiro Tempo

A primeira grande chance do Corinthians aconteceu com o já experiente Fabrício Oya. O jogo amarrado não favorecia para nenhuma equipe, entretanto, em uma jogada individual aos 8 minutos, Rafael Bilu “rabiscou” o time do Corumbaense, porém, o chute não saiu com tanta precisão. Aos 15 minutos, o atacante Vitinho perdeu uma grande oportunidade depois de receber um passe primoroso de Natan.

O time do Mato Grosso do Sul vinha muito fechado, não dando espaços para os meias do clube paulista criarem. O último passe por parte do Corinthians até os 25 minutos foi um dos grandes problemas. Aos 28 minutos, Fabrício Oya resolveu arriscar, porém, dessa vez a bola bateu na trave.

O Corinthians, até então, não estava produzindo com tanta frequência, entretanto, aos 35 minutos, em uma bola levantada na grande área, a zaga do Corumbaense parou, acreditando que o jogador do Timão estivesse impedido, deixando João cabecear para marcar o primeiro gol da partida. O gol, porém, não deixou o time mais solto, com um chute de perigo até o final do primeiro tempo. O Corumbaense teve apenas 3 chutes, todos longe do gol.

Segundo Tempo

No começo da etapa final, o time do Corinthians voltou com a mesma pegada e logo no primeiro minuto a bola caprichosamente bateu na trave.

Até os 5 minutos, os times estavam errando muitos passes, com bolas cruzadas sem precisão do time paulista, enquanto o time do Corumbaense estava esperando um contra-ataque.

A marcação forte atrapalhava o esquema proposto de Coelho, técnico do clube paulista, e novamente o último passe deixava a desejar, até os 10 minutos. Entretanto, aos 11 minutos, em uma bola cruzada, Vitinho perdeu uma chance clara. O jogo sonolento proporcionava aqueles toques de bola pela lateral sem ímpeto ofensivo de ambas as partes, até que em um cruzamento de Samuel, aos 18 minutos, um erro do zagueiro do Corumbaense, Willian, que substituiu Natan, na primeira bola em que sobrou, deixou o dele, fazendo o segundo gol do time na partida.

Na primeira chance clara do Corumbaense, aos 28 minutos, o atacante do clube Mato Grosso do Sul jogou a bola por cima do goleiro, entretanto, o zagueiro João chegou a tempo para tirar o gol. Aos 33 minutos, em uma jogada ensaiada de escanteio, Carlos Augusto balançou o barbante, marcando o terceiro para o Corinthians [VIDEO].

As cãibras do time adversário deram tranquilidade ao Corinthians a partir do terceiro gol, que soube administrar até o fim da partida.