Corinthians e Ferroviária já estavam classificados, porém, ainda restava a disputa de quem iria ficar em primeiro do grupo na Copa São Paulo de Futebol Jr. Os dois times até então estavam jogando um futebol vistoso, de acordo com as suas características, um pela transação rápida (Ferroviária) e o outro pelo toque refinado (Corinthians).

Primeiro Tempo

O jogo começou mais agitado, Corinthians pelo toque de bola já mencionado e Ferroviária esperando a melhor oportunidade para contra-atacar. Até os 5 minutos, a partida estava truncada, porém com característica totalmente diferente dos demais jogos apresentados: a saída de bola.

Os passes errados foram um dos grandes problemas até então, além do nervosismo. Aos 15 minutos em um escanteio bem batido, Maycon, zagueiro da Ferroviária, aparece no meio da área e marca, abrindo o placar da partida.

Ferroviária, até então, fez um jogo consistente, bem fechado e equilibrado no seu sistema defensivo, não dando chances ao time alvinegro. O Corinthians, por sua vez, rodava a bola, porém sem sucesso em suas tentativas. A produção ofensiva do maior campeão da competição era nula, oferecendo contra-ataques interessantes para seu adversário. Até o final do primeiro tempo o Corinthians não deu um chute ao gol adversário.

Segundo Tempo

A primeira grande chance ocorreu com a Ferroviária, logo no primeiro minuto da etapa final, em uma falta bem batida tirando tinta da trave. Na primeira grande chance do Corinthians no jogo, ocorreu em um lance casual de uma bola mal passada para o goleiro, Willian, atacante do Corinthians, quase marca.

Aos 8 minutos, em uma falta bem batida, a bola explodiu no travessão do goleiro corintiano.

O time alvinegro começava a se soltar, entretanto esbarrava na falta de qualidade dos seus atletas e da boa marcação da “ferrinha”. O contra-ataque do adversário incomodava o Corinthians [VIDEO], principalmente pela boa transição e qualidade dos jogadores. A dificuldade gerada pela boa marcação da Ferroviária, dificultava uma transição rápida e eficaz dos jogadores corintianos. Aos 23 minutos em mais uma boa jogada trabalhada pelo time da Ferroviária, Cleison, perdeu um gol incrível sem goleiro. Aos 34 minutos depois de um bom cruzamento de Carlos, Vitinho cabeceia para a grande defesa do goleiro Diego da Ferroviária. Em um isolado, Corinthians marca um golaço com Ramonzinho já no finalzinho da partida aos 47 minutos, dando o primeiro lugar ao time alvinegro.