Depois da vitória por 4 a 0 sobre o São Caetano [VIDEO], no último domingo (21), pela segunda rodada do Campeonato Paulista, o Corinthians terá um time bastante modificado para o duelo desta quarta-feira (24), também no estádio do Pacaembu. Ao todo, o técnico Fábio Carille deverá promover cinco mudanças em relação à equipe que bateu o Azulão.

As mudanças feitas pelo treinador corinthiano serão do meio para frente. Assim, Kazin, Romero, Jadson, Rodriguinho e Clayson, que atuaram nos dois primeiros jogos do time no Campeonato Paulista, ganharão um descanso neste meio de semana. Por outro lado, Mateus Vital, que foi contratado junto ao Vasco da Gama, [VIDEO] deverá fazer sua primeira aparição com a camisa alvinegra.

Já Emerson Sheik e Renê Júnior, outros jogadores contratados, ainda ficam de fora por estarem aprimorando a forma física. Henrique ainda aguarda a regularização de seu contrato junto à CBF para iniciar os treinamentos.

De acordo com o time esboçado por Carille no treinamento desta terça, o time deverá iniciar com Cássio no gol, a defesa será formada por Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba. O meio de campo terá Gabriel, Marquinhos Gabriel, Mateus Vital, Maycon e Pedrinho. Na frente, Júnior Dutra terá a chance de começar pela primeira vez como titular.

Goleiro “fominha”

Existe um jogador no elenco de Fábio Carille que não está muito interessado nessa história de rodízio. Perto de bater uma importante marca com a camisa do Corinthians, o goleiro Cássio quer jogar todas as partidas.

Contra o São Caetano, no último domingo (21), o camisa 12 completou 323 jogos defendendo o alvinegro, ficando a três jogos de igualar Cabeção, terceiro jogador da posição que mais vezes jogou pelo clube. Mantendo sua regularidade, ele – que recentemente renovou seu contrato até 2021 -, pode ainda alcançar em breve Gilmar, que tem 395, porém, ainda está bem distante de Ronaldo, o primeiro colocado da lista, com 602 partidas pelo Timão. “Quero fazer o maior número de jogos que puder”, revelou o arqueiro.

Quem já festejou uma marca história na partida diante do São Caetano foi o meia Jadson. Com os dois gols marcados na vitória por 4 a 0, o jogador entrou na lista dos dez maiores artilheiros do time neste século, com 36 gols, deixando para trás grandes nomes como Ronaldo, Nilmar, Paulinho, Luizão e Émerson Sheik. Dentinho, com 55 gols, lidera este ranking, seguido de Guerrero (54), Gil (53) e Liedson (50).