O meia peruano #Cueva não foi relacionado para o clássico contra o Corinthians [VIDEO] pela quarta rodada do Paulistão. Porém, ele pode aparecer como novidade na próxima partida do #Tricolor pela Copa do Brasil. A reunião com o diretor executivo de futebol, Raí, o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e também com Ricardo Rocha acontece nesta segunda-feira (29) e há grandes possibilidades de reintegração do meia. Se tudo ocorrer bem, o jogador retornará ao time para enfrentar o Madureira, pela Copa do Brasil, no primeiro jogo do São Paulo [VIDEO]na competição.

O veto ao jogador no clássico anterior diante do Corinthians foi uma decisão de todos da diretoria e da comissão técnica, devido aos últimos acontecimentos, como chegar atrasado nos treinamentos e uma famosa postagem nas redes sociais na qual o jogador mostrava-se bastante insatisfeito com o atual clube.

O meia chegou a pedir desculpas pela postagem na qual rebatia Raí sobre seu comprometimento e citava a comissão técnica como sendo a grande responsável pela sua condição de reserva. A publicação foi apagada e posteriormente justificada, como uma declaração feita por uma pessoa que trabalhava para o craque cuidando de suas redes sociais. Inclusive, o jogador disse ter dispensado de seus serviços o autor da postagem, após a repercussão do caso.

Mas, agora, os comandantes do São Paulo chegaram à conclusão que o meia é importante para a equipe e também pode ser bastante valorizado em uma negociação futura. No momento, a diretoria do São Paulo vem recusando algumas propostas. Uma delas foi do Al-hilal, clube da Arábia Saudita, que ofereceu sete milhões de euros, o que daria 27 milhões e oitocentos mil reais.

O São Paulo não aceitou esse valor e pensa que ele pode se valorizar na Copa do Mundo.

Então, a tendência é que o craque peruano volte a jogar pelo São Paulo. Até porque ele precisa estar em atividade, pois o Peru está há muito tempo sem disputar uma Copa do Mundo, e ele precisa estar muito bem preparado para tal. Cueva espera que tudo se resolva da melhor maneira possível e volte a jogar pelo clube.

De bem com a torcida e bem fisicamente, se não fossem os problemas extra-campo, o jogador já poderia estar sendo relacionado pelo técnico do clube Dorival Junior. Perguntado sobre a situação do jogador, o comandante da equipe, que não quis falar muito após o clássico, apenas disse que a situação do peruano está nas mãos da diretoria.

E agora, com essa reunião, é bem possível que tudo acabe bem para todos os envolvidos.