Assim como vem ocorrendo há um certo tempo, o sábado foi de muita agitação no Fluminense [VIDEO]. Logo ao acordar, o torcedor recebeu mais uma péssima notícia. Segundo reportagem da edição eletrônica do jornal Extra, o possível bloqueio de 30% da negociação do volante Wendel ao Sporting de Portugal (cerca de R$ 30 milhões) é consequência do não-cumprimento de uma penhora por ocasião da venda de Wellington Nem, atualmente no São Paulo, ao Shakthar Donetsk, da Ucrânia, ainda em 2013. De acordo com o periódico, o Tricolor foi multado, pela desobediência judicial, em R$ 12 milhões.

Revoltados por esse e outros fatores, cerca de 100 torcedores realizaram um protesto na sede das Laranjeiras, exigindo a renúncia do presidente Pedro Abad, a saída da Flusócio, principal grupo gestor do clube desde 2011, além da demissão do diretor-executivo Marcelo Teixeira e o fim do Flu-Samorin, na Eslováquia.

Na última sexta, foi lançada, nas redes sociais, uma campanha para angariar assinaturas, pedindo o impeachment de Abad. Até o momento, houve mais de 7 mil adesões.

Tentando se manter alheio aos bastidores, o grupo do futebol profissional realizou, no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, encerrou a sua preparação para o compromisso de domingo, às 19h (de Brasília), no estádio de Los Larios, em Xerém, diante do Madureira, válido pela penúltima rodada da fase de classificação da Taça Guanabara, segundo turno do Campeonato Carioca [VIDEO].

A atividade se dividiu em duas partes. Inicialmente, o técnico Abel Braga deu ênfase à parte tática. Em seguida, o foco foi voltado aos lances de bola parada.

Como de praxe, não houve qualquer pista do time titular. Sendo assim, permanecem as dúvidas de quem serão os substitutos de Douglas, afastado devido a um problema nas articulações e Sornoza, expulso no 0 a 0 com a Portuguesa-RJ de quarta passada.

Na vaga do primeiro, Luiz Fernando surge como o favorito para formar a dupla de volantes com Jádson. Em relação a quem vai entrar no lugar do meia equatoriano, Abel pode optar por recuar Marcos Júnior e promover a entrada de Robinho ou preferir escalar o jovem Caio.

Com essas indefinições, o Fluminense [VIDEO], lanterna do Grupo C somando dois pontos e tendo a obrigação de vencer para continuar lutando por uma vaga nas semifinais da Taça Guanabara, irá a campo da seguinte forma: Júlio César; Gum, Ibañez e Renato Chaves; Gilberto, Luiz Fernando, Jádson, Robinho (Caio) e Ayrton Lucas; Marcos Júnior e Pedro.