Conforme a informação já vazada no último dia 31 de dezembro, o Santos oficializou nesta quarta-feira (3) [VIDEO] o desligamento de Elano da comissão técnica do clube, que a partir desta quinta-feira (4), será capitaneada pelo ex-botafoguense, Jair Ventura [VIDEO]. A decisão foi tomada pelo novo presidente José Carlos Peres.

Horas depois, o ex-jogador postou uma mensagem de despedida nas redes sociais, agradeceu ao clube, não escondendo sua paixão pelo alvinegro e também não deixando pistas sobre seu futuro. “Foi uma honra e um orgulho defender o clube que eu amo e agradeço a nação santista pelo apoio incondicional”, escreveu em sua conta no Twitter, antes de ter colocado uma frase enigmática.

“Mais um ciclo que se encerra no Santos FC, mas não termina!”, postou. O jogador não deu pistas de seu destino ou o que fará daqui para frente.

Após encerrar a carreira de jogador no próprio Santos, Elano começou a trabalhar na comissão técnica e após a demissão de Levir Culpi dirigiu o Peixe nas últimas sete rodadas do Campeonato Brasileiro, tendo obtido três vitórias, um empate, e sofrido três derrotas. Na época em que ainda era jogador, ele teve três passagens pela Vila Belmiro, na primeira, ao lado de Diego e Robinho, foi campeão brasileiro em 2002, e depois voltou a levantar o caneco em 2004, além de ser vice-campeão da Copa Libertadores da América em 2003. O título continental que havia escapado para o Boca Júnior, no entanto, veio em 2011, desta vez atuando ao lado de Paulo Henrique Ganso e Neymar.

Além de Elano, outro membro da comissão técnica que também recebeu cheque azul foi Marcelo Fernandes, que quando teve a oportunidade de dirigir a equipe, foi campeão paulista de 2015, ao vencer a decisão contra o Palmeiras.

Zeca na Espanha

O caso Zeca viveu uma nova reviravolta nesta quarta-feira (3). Depois do Flamengo praticamente abrir mão das negociações – o jogador tinha um acordo verbal com o time carioca -, o lateral-esquerdo poderá jogar na Espanha.

Segundo informações publicadas pelo portal Globo Esporte, o Girona, da Espanha, pode ser o destino do jogador. Ainda de acordo com a reportagem, o Flamengo não quis assumir o risco de ficar sem o atleta ou de ter que pagar a multa rescisória, caso o Peixe saia vitorioso na batalha judicial que o lateral move contra o clube. Zeca obteve um Habeas Corpus que lhe dá o direito de assinar com outro time, mas o alvinegro ainda tenta reverter a situação.