Ainda não há confirmação oficial, mas, no final da tarde desta quinta, o Fluminense convocou a imprensa para uma entrevista coletiva na sexta, a partir das 12h (de Brasília), no Salão Nobre das Laranjeiras, para anunciar o novo patrocinador master. Segundo, informações de bastidores, durante o evento, que, além dos jornalistas, contará com o presidente do clube, Pedro Abad e o CEO da agremiação, Marcus Vinícius Freire, será confirmado um acordo com uma empresa de cartões de crédito recém-chegadas ao mercado brasileiro pelas próximas duas temporadas

A busca por um patrocínio master vem ocorrendo no Fluminense desde o final de 2014, quando a empresa médica Unimed, depois de quase 20 anos, rompeu o seu vínculo.

Inicialmente, foi feito um contrato com a Viton 44, mas o grupo, voltado para o ramo de bebidas energéticas, teve sérios problemas para honrar os seus compromissos e, em 2015, a parceria acabou sendo interrompida.

Para amenizar os prejuízos financeiros com a ausência de um forte patrocínio, o Fluminense, nos últimos dois anos, adotou a estratégia de firmar compromissos de pouca duração. Nesse período, marcas como a Caixa Econômica Federal, a TCL (telefonia chinesa) e a norte-americana Universal Resorts, ligada ao entretenimento, estiveram presentes na camisa tricolor.

Reforços oficialmente apresentados e volante ganha condição de jogo

Contratados ainda durante o período de Natal de 2017, o lateral-direito Gilberto e o volante Jádson foram oficialmente apresentados no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, como os primeiros reforços do Fluminense para 2018.

Sem a presença de qualquer membro da diretoria, ambos falaram sobre as suas expectativas no novo clube.

" Prefiro é jogar. Onde tiver uma vaga, vou procurar estar ali. Não tenho muita preferência. Onde precisar, vou estar disponível", disse Jádson, que, além da posição de segundo volante, também pode ser utilizado como meia ou lateral-direito.

"É preocupante, né? A gente sempre procura fazer o nosso máximo. No Vasco, mesmo com salários atrasados, procuramos fazer nosso papel dentro de campo. Eu tenho que fazer o meu melhor, salários atrasados são barreiras que temos superar", resumiu Gilberto, citando os problemas de salários que vêm atormentando a vida do Fluminense [VIDEO].

Após a derrota de 3 a 1 para o Boavista na estreia, o Fluminense [VIDEO]se prepara para o clássico de sábado, às 17h (de Brasília), no Maracanã, diante do Botafogo, válido pela segunda rodada do Campeonato Carioca. Para esse desafio, o técnico Abel Braga contará com o grupo completo, inclusive o volante Aírton, contratado depois de ter um bom rendimento com o Botafogo, em 2017.