Além de contratações e dispensas, o Fluminense vem planejando o seu 2018 fora das quatro linhas. Um dos pontos é sobre se o Maracanã continuará sendo a "casa" tricolor. Em entrevista ao programa 'Momento Esportivo', da Rádio Brasil, nesta segunda, o CEO Marcus Vinícius Freire levantou uma pequena discussão. Segundo ele, há a possibilidade de a agremiação das Laranjeiras não exercer o seu mando no local, onde foram disputadas as finais da Copa do Mundo de 2014 e dos torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas de 2016.

Publicidade
Publicidade

"Estamos conversando. Tem de ver a situação do consórcio, se haverá nova licitação...", esclareceu o cartola, que, no entanto, acredita na permanência do Flu no seu palco favorito.

"O Maracanã sempre é a primeira opção para os grandes jogos do Fluminense", finalizou.

No segundo semestre de 2013, o Fluminense se tornou o primeiro clube a firmar um contrato de uso do Maracanã depois que este passou a ser administrado pelo Consórcio Odebrecht.

Publicidade

Esse vínculo tem duração de 32 anos. Posteriormente, o Flamengo também assinou um compromisso, que terminou um ano depois. Já Vasco e Botafogo, proprietários de estádios particulares (São Januário e Nilton Santos, respectivamente) vêm adotando a prática de acordos somente quanto atuam por lá.

Caso aconteça uma surpresa e o Fluminense passe a ser frequentador assíduo do Maracanã, a tendência é pela revitalização do convênio com o América-RJ e o Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito de Mesquita, região metropolitana do Rio de Janeiro, volte a receber as partidas do Tricolor.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
PaixãoPorFutebol Fluminense

Outra alternativa seria o estádio da Cidadania, também chamado de Raulino de Oliveira, localizado na cidade de Volta Redonda, sul do Estado do Rio.

Cheio de indefinições, o Fluminense se reapresenta no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, na próxima quarta. Após os tradicionais exames médicos e testes de avaliação física, o elenco, na manhã do dia seguinte, viaja para os Estados Unidos, visando a pré-temporada e a disputa da Florida Cup, enfrentando, no dia 12 de janeiro, o PSV Eindhoven, da Holanda e, três dias depois, o Barcelona de Guayaquil, do Equador.

A temporada de 2018 começa, oficialmente, para o Fluminense no dia 17 de janeiro. No estádio Elcyr Resende, em Bacaxá, localidade nos arredores de Saquarema, os comandados do técnico Abel Braga enfrentam, pela abertura do Campeonato Carioca, o Boavista.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo