Além de contratações e dispensas, o #Fluminense vem planejando o seu 2018 fora das quatro linhas. Um dos pontos é sobre se o Maracanã continuará sendo a "casa" tricolor. Em entrevista ao programa 'Momento Esportivo', da Rádio Brasil, nesta segunda, o CEO Marcus Vinícius Freire levantou uma pequena discussão. Segundo ele, há a possibilidade de a agremiação das Laranjeiras não exercer o seu mando no local, onde foram disputadas as finais da Copa do Mundo de 2014 e dos torneios de futebol (masculino e feminino) das Olimpíadas de 2016.

"Estamos conversando. Tem de ver a situação do consórcio, se haverá nova licitação...", esclareceu o cartola, que, no entanto, acredita na permanência do Flu no seu palco favorito.

"O Maracanã sempre é a primeira opção para os grandes jogos do Fluminense", finalizou.

No segundo semestre de 2013, o Fluminense se tornou o primeiro clube a firmar um contrato de uso do Maracanã depois que este passou a ser administrado pelo Consórcio Odebrecht. Esse vínculo tem duração de 32 anos. Posteriormente, o Flamengo também assinou um compromisso, que terminou um ano depois. Já Vasco e Botafogo, proprietários de estádios particulares (São Januário e Nilton Santos, respectivamente) vêm adotando a prática de acordos somente quanto atuam por lá.

Caso aconteça uma surpresa e o Fluminense [VIDEO] passe a ser frequentador assíduo do Maracanã, a tendência é pela revitalização do convênio com o América-RJ e o Giulite Coutinho, em Édson Passos, distrito de Mesquita, região metropolitana do Rio de Janeiro, volte a receber as partidas do Tricolor.

Outra alternativa seria o estádio da Cidadania, também chamado de Raulino de Oliveira, localizado na cidade de Volta Redonda, sul do Estado do Rio.

Cheio de indefinições, o Fluminense [VIDEO] se reapresenta no CT Pedro Antônio, na Barra da Tijuca, na próxima quarta. Após os tradicionais exames médicos e testes de avaliação física, o elenco, na manhã do dia seguinte, viaja para os Estados Unidos, visando a pré-temporada e a disputa da Florida Cup, enfrentando, no dia 12 de janeiro, o PSV Eindhoven, da Holanda e, três dias depois, o Barcelona de Guayaquil, do Equador.

A temporada de 2018 começa, oficialmente, para o Fluminense [VIDEO] no dia 17 de janeiro. No estádio Elcyr Resende, em Bacaxá, localidade nos arredores de Saquarema, os comandados do técnico Abel Braga enfrentam, pela abertura do Campeonato Carioca, o Boavista. #Maracanã #PaixãoPorFutebol