Ao que parece, o desmanche continua firme no Fluminense. Depois de liberar o goleiro Diego Cavalieri, os zagueiros Arthur e Henrique, os meias Robert, Higor Leite e Marquinho e o atacante Maranhão, além de negociar o lateral-esquerdo Léo Pelé com o Bahia e acertar a transferência do volante Wendel ao Sporting, de Portugal, a equipe das Laranjeiras pode perder mais duas peças do seu elenco.

Buscando a liberação na Justiça por conta de atrasos de salários, direitos de imagens, férias e FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), o meia Gustavo Scarpa está muito próximo de reforçar o São Paulo. Na tarde desta segunda, houve um encontro do gerente-executivo do Tricolor Paulista com membros da diretoria do clube carioca e foi apresentada uma proposta pelo apoiador.

Por Scarpa [VIDEO], o São Paulo estaria disposto a pagar cerca de R$ 11 milhões e ceder três jogadores ao Flu. Dois deles seriam o lateral-esquerdo Júnior Tavares e o meia Lucas Fernandes. A terceira opção ficaria entre o apoiador argentino Jonatan Gómez e o atacante Maicossuel.

Outro perto de sair é o centroavante Henrique Dourado. Um dos artilheiros do último Campeonato Brasileiro com 18 gols, o Ceifador despertou interesse do Corinthians, que estaria disposto a pagar cerca de R$ 8 milhões pelos seus direitos federativos. No início da noite, dois dirigentes do Fluminense, o CEO Marcus Vinícius Freire e o coordenador da base Marcelo Teixeira, encontraram-se com representantes do atleta em Porto Alegre e ficou acertado que uma definição acontecerá nos Estados Unidos, para onde o Tricolor viaja na manhã de terça, visando os jogos de sexta, dia 12 de janeiro, às 22h (de Brasília), contra o PSV Eindhoven, da Holanda, e segunda, 15 de janeiro, a partir das 19h30 (de Brasília), diante do Barcelona de Guayaquil, do Equador, ambos válidos pela Florida Cup.

Além do torneio em solo norte-americano, o Flu [VIDEO] tentará, em 2018, o seu 32º título de Campeonato Carioca (estreia no dia 17 de janeiro, em Bacaxá, distrito de Saquarema, contra o Boavista), o segundo da Copa do Brasil (inicia a participação fora de casa, encarando a Caldense), a conquista inédita da Copa Sul-Americana (adversário da primeira fase será o Nacional de Potosí, da Bolívia) o quinto do Campeonato Brasileiro (tabela será divulgada em fevereiro) e o bi da Copa da Primeira Liga, que, provavelmente, acontecerá durante o recesso da Copa do Mundo da Rússia.