O patrocínio da Crefisa [VIDEO]tem feito do Palmeiras uma potência do Futebol nacional. Nesta segunda-feira (15), os torcedores do Verdão iniciaram a semana felizes da vida com mais uma contratação.

O meia Gustavo Scarpa, que estava no Fluminense e interessava ao São Paulo e Corinthians, rescindiu contrato com a equipe carioca na Justiça. Ele cobrava vencimentos não honrados pelo clube.

O Fluminense planeja recorrer da decisão e o Palmeiras, para não ficar mal diante do clube do Rio de Janeiro, deve dar alguma compensação financeira ou emprestar jogadores como forma de pagamento por um jogador que chega de graça já que o contrato com o Flu foi rompido.

Concorrência

Na disputa pelo meia de 24 anos, o Palmeiras venceu a concorrência de dois grandes rivais: São Paulo e Corinthians. As duas equipes também queriam contar com o jogador.

Caso parecido aconteceu quando a equipe alviverde contratou o também meia Dudu. Tricolor e Timão tentaram contratá-lo, mas o Palmeiras venceu a concorrência e conta o jogador até hoje.

Trabalho de Alexandre Mattos

O diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, tem feito um ótimo trabalho à frente da equipe paulista. Ele foi o responsável pelas contratações do Verdão nos últimos anos.

O diretor mantém bom relacionamento com os jogadores e participa ativamente de todas as conversas com os jogadores e seus staffs. Nos bate-papos, Mattos tem conseguido convencer os atletas de que o projeto do Palmeiras é melhor do que o de outros clubes.

Além disso, há o fator financeiro. Com dinheiro para gastar, com pagamentos em dia e vida financeira saudável, fica mais fácil convencer os jogadores a vestirem a camisa do Verdão.

Palmeiras forte

Além de Gustavo Scarpa, o Palmeiras também contratou outros cinco reforços [VIDEO]: o goleiro Weverton, ex-Atlético-PR e campeão olímpico pela seleção brasileira em 2016; o zagueiro Emerson Santos – Mina foi para o Barcelona –; o lateral direito Marcos Rocha; o lateral esquerdo Diogo Barbosa; além do meia Lucas Lima, ex-Santos.

Com estes reforços, o Palmeiras vem ainda mais forte para 2018. O grande problema, novamente, será o trabalho de manter os jogadores motivados, especialmente aqueles que estiverem na reserva.

Só para o meio-campo, o Verdão terá Scarpa, Lucas Lima, Guerra, Michel Bastos, Allione, Hyoran e Moisés. O treinador da equipe, Roger Machado, terá trabalho para escalar o time. Mas será um trabalho que muitos treinadores gostariam de ter.