Jadson é um dos jogadores com maior moral no elenco do Corinthians, voltando de lesão o atleta marcou o gol do título do Campeonato Brasileiro de 2017 e, agora, está como titular absoluto e camisa 10 na equipe do técnico Fábio Carille, portanto as opiniões do atleta contam muito para a torcida corintiana.

O meio-campo do Timão, nesta temporada, deve ser com um volante e outros quatro meias, dentre os principais deste setor o Jadson e Rodriguinho, tendo os outros atletas somente como os coadjuvantes ofensivos.

Publicidade
Publicidade

A diretoria do Timão se inscreveu para participar do torneio de pré-temporada Flórida Cup, para assim chegar no Campeonato Paulista já com um grau de competitividade alto e um nível físico acima dos demais atletas, assim tendendo a ter um começo de temporada melhor do que os restantes times.

Entrevista do atleta

O jogador finalizou a partida da Flórida Cup, onde o Timão abriu um placar de 2 a 0 contra o Rangers e depois tomou uma virada, com o placar de 4 a 2, e em seguida foi dar uma entrevista, já que o peso desta derrota não conta muito por ser somente um torneio preparatório para a temporada que está por iniciar.

Publicidade

Ao ser questionado sobre o objetivo do Corinthians nesta temporada, o atleta foi muito ousado e assustou aos entrevistadores, pois o atleta não disse que a Meta é conquistar títulos, mas sim a Copa Libertadores da América, mostrando um foco total na competição mais cobiçada por todos os clubes da América do Sul.

A torcida corintiana gostou muito da declaração e da possibilidade do Timão ter um bi-campeonato da Libertadores em pouquíssimo tempo, já que a primeira e última conquista da competição do clube foi em 2012, na era Tite.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Corinthians

Fábio Carille

O treinador do Timão optou por utilizar um esquema tático parecido com o que Tite utilizou em 2015 para ganhar o Campeonato Brasileiro de forma incontestável, este foi um 4-1-4-1, tendo então a famosa linha de quatro zagueiros, um volante que deve ser o Gabriel, e quatro meio-campistas, nesta linha cabe Jadson, Rodriguinho, Clayson e Romero.

Por fim, teria um centroavante, que ainda não foi definido qual será, pois este era para ser o Jô, que brilhou na temporada de 2017 e acabou sendo vendido ao Nagoya Grampus, do Japão, por 13 milhões de euros, cerca de R$ 43 milhões.

Contudo, este dinheiro deve ajudar para a contratação de um substituto para a posição.

O que está sendo sondado, no momento, é o centroavante Henrique Dourado, do Fluminense.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo