A preparação do Fluminense para a Copa São Paulo de Futebol Júnior foi sacudida por uma grane tragédia. No último dia 16 de dezembro, o técnico Léo Percovich sofreu um grave acidente de carro com a família, o que vitimou suas duas filhas e deixou ele, a mulher e outro filho internados por vários dias, sendo que os dois últimos ainda não tem previsão de alta.

Publicidade
Publicidade

Às vésperas de estrear na competição de base do país com mais visibilidade, o elenco, agora sob o comando o coordenador Marcelo Veiga, quer fazer uma grande campanha e dedicá-la ao treinador. Ele já recebeu alta, mas segue acompanhando os familiares no hospital.

Jogando a primeira fase na cidade de Marília, o Tricolor fará sua estreia na competição já nesta quarta-feira (3), quando encara o Mogi Mirim, às 15h30, no Estádio Bento de Abreu. No dia 6, o desafio será contra os catarinenses do Tubarão.

Treinador já recebeu alta, mas segue acompanhando familiares no hospital
Treinador já recebeu alta, mas segue acompanhando familiares no hospital

A primeira fase será encerrada no dia 9, diante dos anfitriões do Marília.

A delegação já viajou para o interior de São Paulo, mas terá alguns desfalques. O zagueiro Ibañez foi promovido ao time profissional e ficará fazendo pré-temporada junto com o elenco comandado por Abel Braga, enquanto que o lateral Mascarenhas foi emprestado ao Botafogo de Ribeirão Preto. Por outro lado, o time contará com o zagueiro Giovani, os volantes Caio e Resende, além do atacante Patrick Luan.

Publicidade

Com cinco títulos conquistados, ficando somente atrás do Corinthians, o Fluminense não tem feito boas campanhas nas últimas duas edições. Em 2015, foi eliminado logo na segunda fase, e em 2016, caiu diante do Juventus na terceira fase. Sua melhor campanha nos últimos anos foi em 2012, quando chegou até a decisão, perdendo justamente para o Corinthians.

“Nos últimos dois anos, realmente, não fomos bem, mas a expectativa é boa, apesar do terremoto que passamos” disse Marcelo Veiga, se referindo ao acidente com o treinador.

Ele disse ainda que existe a necessidade de melhorar o desempenho do time na competição, mas trabalha na formação de jogadores dentro da filosofia do clube.

Novo clube

Um dos oito jogadores dispensados na semana passada, o zagueiro Henrique já se acertou com o Corinthians. Agora resta apenas ele acertar sua rescisão amigável com o Fluminense para ser apresentado como novo reforço do Alvinegro. O gerente de futebol corintiano, Alessandro, afirmou que o jogador virá para o Parque São Jorge sem custo.

Publicidade

Especula-se que no Corinthians ele receberá um salário menor, mas terá um contrato de três anos. Seu vínculo com o Fluminense iria até o final deste ano.

Leia tudo