Restando poucas horas para o início do Campeonato Paulista, o Santos ainda busca no mercado reforços para o elenco, que a partir de agora será dirigido pelo técnico Jair Ventura. Até agora, apesar de dezenas de nomes que foram especulados na Vila Belmiro, o torcedor teve que se contentar apenas com a chegada do desconhecido lateral Romário, que veio do Ceará, e de Eduardo Sasha, que estava no Internacional.

Porém, se depender do presidente José Carlos Peres, esse quadro será mudado em breve, uma vez que o mandatário afirmou que existem contratações “engatilhadas”. “Vamos ter um time forte para o Campeonato Paulista. Algumas contratações já estão vindo. Estamos fazendo com calma, para a gente não afundar mais o clube”, afirmou o novo presidente em um vídeo postado nas redes sociais. Ele ainda disse que o torcedor pode ficar tranquilo porque haverá um novo Santos em 2018.

Dentre esses supostos novos engatilhados pode estar Gabigol, que recentemente teve seu empréstimo junto ao Benfica encurtado e no momento não interessa a Inter de Milão, dono de seus direitos federativos. Na semana passada, Peres havia revelado que o acerto com o jogador já estava encaminhado, restando ainda negociar com o time italiano, que quer 1 milhão e meio de euros pelo empréstimo do atacante.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Santos

Outro alvo pode ser Robinho, que após não renovar seu vínculo com o Atlético Mineiro, está sem clube. Porém, as partes estão longe ainda de um acerto. O delicado momento financeiro que o clube atravessa tem tornado complicada a negociação com reforços.

Quarta força? Jair responde a Carille

Em entrevista coletiva concedida na semana passada, o técnico do Corinthians Fábio Carille apontou o Santos como quarta força deste início de temporada, deixando o Peixe atrás de Palmeiras, São Paulo e de seu próprio clube.

Ao saber da declaração dada pelo colega, o treinador santista Jair Ventura não titubeou em responder.

“Pô, se for a quarta força e ganhar o que ele ganhou no ano passado, eu quero ser a quarta força”, disse o técnico em tom bem-humorado. Porém, agora falando sério, ele não concordou com a afirmação. “Acho que não somos a quarta força. Cabe mostrar isso dentro do campo. Vamos ver quando a bola rolar”, complementou.

E a primeira oportunidade de mostrar se isso é verdade ou não o Santos terá nesta quarta-feira (17), quando fará sua estreia no Campeonato Paulista jogando contra o Linense. A partida está marcada para às 19h15, no estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo