Que o Júlio César é um dos maiores goleiros que surgiu no futebol mundial nas últimas décadas, ninguém duvida. O arqueiro, que começou no #Flamengo em 1997 com apenas 17 anos, ganhou o mundo. Na Inter de Milão, colocou no banco o experiente Toldo e ajudou o time a conquistar a sua última Liga dos Campeões, na temporada 2009/2010. Pela Seleção Brasileira, disputou três Copas do Mundo, sendo titular em duas.

Mesmo com esse currículo invejável, o novo reforço do Mengão [VIDEO] já protagonizou algumas lambanças inesquecíveis com a camisa de clubes e seleções. Neste post, veja quatro momentos em que o goleirão entrou em pane.

Acompanhe!

1) Bahia 1 x 2 Flamengo - 2003

No início dos anos 2000, o Flamengo vivia momentos turbulentos, o time brigava constantemente para não cair no Brasileirão, o clima era ruim, os salários atrasavam e a torcida cobrava por resultados. Nesse contexto, alguns jogadores conseguiam destacar, como o goleirão, que já nessa época era lembrado nas convocações para a Seleção.

No jogo contra o Bahia, que jogava em casa, o Tricolor pressionava o Mengão. Júlio Cesar fazia uma exibição de gala, até que em um lance simples, numa saída de bola, o arqueiro chutou a pelota nas costas de Fabinho. A bola rebateu e voltou para dentro do gol de Júlio. Apesar do gol contra, o Flamengo saiu com a vitória por 2 x 1. Assista!

2) Brasil 4 x 2 Equador - 2011

Na Copa América de 2011, o Brasil não só fez uma das suas piores campanhas na competição, como praticou um futebol extremamente abaixo das expectativas.

A Seleção foi eliminada nas quartas de final pelo Paraguai, nos pênaltis — com os brasileiros errando todos as cobranças.

Nessa competição, o goleirão acabou falhando em um dos jogos mais fáceis do Brasil, uma vitória por 4 x 2 contra o Equador. Confira a falha abaixo:

3) Holanda 2 x 1 Brasil - 2010

O jogo era pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2010. O Brasil começou bem, Robinho abriu o placar logo no início e a classificação parecia que viria com tranquilidade. Só não se contava com a noite inspirada de Sneijder, e com as panes de Júlio Cesar e Felipe Melo.

No final, o Brasil acabou sendo eliminado de forma melancólica, com um jogador a menos e com um técnico que olhava para o banco e não via alternativa entre seus convocados. Confira abaixo a trapalhada que custou a eliminação da Seleção Brasileira [VIDEO] da Copa de 2010:

4) Fluminense 4 x 0 Flamengo - 2003

O jogo era válido pelo Campeonato Carioca de 2003. O Flamengo entrou em campo como favorito, mas viu seus atacantes Zé Carlos e Fernando Baiano perderem muitos gols.

Após uma pressão do Mengo, o Tricolor passou a dominar a partida e fez 3 gols em apenas 11 minutos — poderia até ter saído com um placar mais elástico.

Em pane, o Rubro-Negro se limitava a dar chutões e se livrar da bola. Tal apatia não incomodou apenas os flamenguistas na arquibancada, ou os que estavam em casa assistindo pela televisão.

O goleirão Júlio Cesar — torcedor em campo — ,cansado de esperar uma atitude de seus companheiros pernas de pau, saiu correndo com a bola, atravessou o campo inteiro e foi parado na intermediária do Flu. Confira abaixo essa "bugada" do #Goleiro:

É claro que nenhuma dessas falhas apagará a grande trajetória de Júlio César no futebol mundial. Além disso, se tem uma coisa que não se pode acusá-lo é de omissão. Todas as vezes em que falhou fez questão de falar com os repórteres após o jogo, dando a cara a tapa. #Julio Cesar