O Palmeiras se reapresentou ontem e já treinou com bola nesta quinta-feira (4). O elenco está se preparando para encarar o Santo André, dia 17, no Allianz Parque, em São Paulo. O jogo é válido pela estreia no Campeonato Paulista 2018, título que deve ser um dos objetivos do Verdão no ano. A última conquista estadual veio em 2008, ainda sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo. Na ocasião, o meia Valdívia foi um dos grandes destaques do elenco que levantou a taça.

Muita coisa mudou em dez anos. Uma delas é a qualidade administrativa e financeira conquistada com o Allianz Parque, inaugurado em 2014, e a confiança da torcida palmeirense que abraçou com muita força o Avanti, programa de sócio torcedor. Somado a esses fatores, a Crefisa/FAM é o maior patrocínio do Futebol brasileiro. Só em 2017, foram despejados mais de R$ 100 milhões nas contas palmeirenses, tirando reforços como Miguel Borja que custou R$ 30 milhões, por exemplo.

Fora outros investimentos feitos pela empresa no clube social e na Academia de Futebol, a mais moderna e bem equipada do país.

Em 2017, mesmo com diversos investimentos e reforços, o Verdão passou em branco. E para complicar ainda mais o ano palestrino, o rival Corinthians, sem muitas injeções financeiras, faturou dois títulos: o Paulista e o Brasileiro. O sucesso rival ajudou a maximizar as críticas dos torcedores que se tornaram ainda mais exigentes.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Torcida fica na bronca

Uma das reclamações dos torcedores é com o excessivo uso de recursos para obtenção de jogadores e o não aproveitamento de jogadores da base. Thiago Martins, por exemplo, recebeu muitos elogios quando foi acionado e precisou jogar. Mostrou personalidade e segurança na visão de muitos palmeirenses. Com a chegada de Emerson Santos, do Botafogo-RJ, o zagueiro que veio da base deve perder espaço e ser negociado.

A diretoria do Palmeiras, sob o comando de Alexandre Mattos, estuda algumas propostas por Thiago Martins. Além dele, Mattos também estuda propostas pelo meia Hyoran. Ambos não tiveram espaço no time no ano passado e são ativos que serão negociados, só não se sabe certamente os clubes.

Nas redes sociais, muitos palmeirenses são contra a negociação de Thiago. A justificativa é que ele tem condições de brigar para ser titular.

É grande a possibilidade da dupla de zaga ser formada por Edu Dracena e Emerson Santos, com Antônio Carlos no banco. Yerry Mina deve viajar e se acertar com o Barcelona. Thiago Martins seria reserva e lutaria pela vaga e pela sua oportunidade.

E você, torcedor? O que pensa sobre isso?

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo