Ontem (27), tivemos o primeiro clássico paulista de 2018. O duelo entre Corinthians e São Paulo teve o Timão como vitorioso no Pacaembu.

No ano passado, o Corinthians se destacou na temporada por ser um time considerado abaixo das demais potências do Futebol brasileiro, mas que no final mostrou que um bom planejamento, preparação, organização e raça são suficientes para conquistar títulos. Além disso, o Timão terminou 2017 com um saldo muito positivo em clássicos contra seus rivais estaduais. Foram 7 vitórias, 4 empates e apenas 1 derrota contra os outros grandes de São Paulo. Destaque desses confrontos foi o artilheiro Jô, que ganhou o apelido de Rei dos Clássicos por sempre estar fazendo gols em seus rivais.

O mais marcante foi o gol contra o Palmeiras, na primeira fase do paulista daquele ano, em que o Timão estava com 1 jogador a menos, que foi expulso de forma incorreta. O camisa 7 começou no banco, mas quando entrou no jogo conseguiu fazer o único gol da partida.

O ano de 2018 chegou e o que a torcida alvinegra temia aconteceu. O rei dos clássicos foi embora, vendido para Nagoya Grampus, do Japão. O teste de fogo chegou, um clássico Majestoso [VIDEO], com uma rivalidade que cresce muito a cada ano. Mas, como o clube e a torcida disseram nas redes sociais ao final da partida, sem novidades. O Timão triunfou por 2x1 em cima do Tricolor. Mesmo sem o Rei dos Clássicos [VIDEO], o reino corinthiano continua forte e está indo em busca de mais títulos esse ano, não se importando com a dificuldade imposta por seus rivais.

O jogo

O duelo no Pacaembu tinha tudo para ser emocionante. Além de toda a importância que um clássico tem por natureza, seria um bom teste para ambas as equipes que estariam com suas novas peças. Porém, logo com 1 minuto da partida, Jadson abriu o placar, e uma peça já experiente do Parque São Jorge que mostrou a que veio. O time do São Paulo não conseguia fazer um bom jogo, o alvinegro de Itaquera mostrava estar em sintonia dentro de sua antiga casa. O Tricolor não encaixou bem sua marcação e acabou sofrendo em praticamente todo o primeiro tempo de jogo. Porém, em uma das poucas vezes em que chegou o ataque, conseguiu uma bola na trave, e na jogada seguinte arrancar o empate, com gol de Brenner. Para o time do Morumbi, ir para o vestiário carregando um empate era longe de ser perfeito, mas ideal devido a partida difícil. Mas como todo bom rival, o Corinthians não deixou o ideal acontecer a seu adversário, e com Balbuena chegou ao segundo gol. O primeiro tempo acabou, e foi um bom jogo, movimentado, nitidamente se via que ambos os times queriam a vitória, mas o Timão no primeiro tempo foi melhor.

Na segunda etapa, o Tricolor voltou melhor. Ter tomado 2 gols deve ter feito o time acordar, assim, acertando a forma de marcar o Corinthians e pressionando, chegando muitas vezes ao gol de Cássio. Porém, a falta de eficiência para finalizar fez com que a melhora do time do Morumbi não adiantasse. Mesmo estando em baixa no segundo tempo devido ao ritmo imposto pelo rival, o Corinthians tem uma defesa muito sólida. Os jogadores sabem jogar sem a bola nos pés, e assim conseguiu manter o placar até o final e levar para casa os 3 pontos.

O substituto do Rei dos Clássicos

Mais uma vez o técnico Carille deu chance a Kazim e o colocou de títular no clássico. O gringo da favela está em sua segunda temporada no clube, conhece bem seus companheiros que, claramente, gostam do atleta. Mas quando entra em campo, Kazim não consegue aproveitar suas oportunidades. É visível a dificuldade em construir as jogadas quando a bola precisa passar pelos seus pés. Jr. Dutra, reforço do time que veio do Avaí, deve tomar sua vaga já na próxima partida, contra o Novorizontino. O atacante, mesmo não sendo jogador de área como Kazim, quando entrou em campo mostrou estar melhor preparado para a função. O Corinthians deve seguir na busca por um camisa 9, mas isso deverá ocorrer após as eleições presidenciais do clube, em Fevereiro.

Próximos compromissos

O Corinthians [VIDEO] volta a campo no próximo domingo, jogando em Novo Horizonte contra o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi, às 19h30. O Timão segue líder do grupo A, com 9 pontos, enquanto o Tigre do Vale está em terceiro do grupo C.

O São Paulo recebe no Morumbi do Botafogo no próximo sábado, às 17h pelo Paulistão. Porém, antes disso, no meio da semana, o Tricolor fará sua estreia na Copa do Brasil. A partida será contra o Madureira, na quarta-feira, às 21h45.