Oito anos se passaram, e o tricolor finalmente vai voltar a disputar uma final de Copinha. Em 2010, o clube conquistou o título enfrentando o Santos na final e vencendo nos pênaltis. O São Paulo [VIDEO] revelou grandes nomes na copinha daquele ano como Lucas Moura, Casemiro e Rodrigo Caio, já os outros jogadores não tiveram tanto destaque na carreira. Confira o destino dos jogadores:

Richard (goleiro)

O goleiro foi o grande herói da grande final após defender três pênaltis da equipe santista. Richard passou pelo Futebol do interior de São Paulo jogando no Paulista de Jundiaí e no Água Santa-SP. Em 2017, Richard foi um dos principais jogadores do Paraná Clube (clube atual) no acesso para Serie A do Campeonato Brasileiro.

Filipe Aguaí (lateral-direito)

Com uma carreira profissional de apenas 4 anos, o lateral-direito do tricolor naquela final rescindiu contrato em 2010. Teve passagens pelo Sport Recife, Jacuipense-BA e também por um time da terceira divisão italiana. O jovem jogador encerrou sua carreira em 2014.

Fabiano (zagueiro)

Com passagens pelo Juazeirense-BA, Bahia de Feira e Marcílio Dias-SC no futebol brasileiro, o zagueiro foi para o futebol português e atualmente joga pelo Trofense, clube da terceira divisão de Portugal.

Bruno Uvini (zagueiro)

Zagueiro e capitão do time chegou até atuar pelos profissionais em 2010, mas não chegou a se firmar na equipe. Bruno Uvini teve várias convocações para seleções de base do Brasil e participou das Olimpíadas de 2012, onde a seleção conquistou a medalha de prata na ocasião.

O jogador passou por Santos, Napoli-ITA, Twente-HOL e atualmente joga pelo Al Nasr, dos Emirados Árabes.

Felipe (lateral-esquerdo)

O jogador [VIDEO]não teve muito destaque após a copinha, com passagens pelo Grêmio Barueri e Confiança-SE. Hoje ele disputa o Campeonato Gaúcho pelo São Paulo-RS.

Casemiro (volante)

Após a copinha, Casemiro logo foi promovido para o time principal. Alternou bons e maus momentos e foi vendido ao Real Madrid. O jogador é titular absoluto do time espanhol e homem de confiança de Tite, técnico da Seleção Brasileira.

Zé Vitor (volante)

O jovem jogador foi um dos destaques da copinha e foi promovido para os profissionais, mas não teve sequência e foi emprestado. Com passagens pelo futebol eslovaco e times do interior de São Paulo, Zé Vitor está atualmente no Itabaiana de Sergipe.

Jeferson (meia)

Meia habilidoso, Jeferson rescindiu com o tricolor e foi para o Botafogo-RJ sem ter muito destaque, depois teve passagens pelo futebol do interior de São Paulo e seu últi

Ronieli (atacante)

O jovem jogador fez gol na final e tudo, Ronieli é daqueles jogadores chamados de "Andarilhos da Bola", com passagens pelo futebol coreano, japonês, turco e no futebol brasileiro em clubes como a Chapecoense e Luverdense.

Atualmente, joga pelo Água Santa da segunda divisão do Campeonato Paulista.

Lucas (atacante)

O craque do time e principal revelação do São Paulo da copinha, Lucas não demorou muito para subir para os profissionais, onde atuou até o fim de 2012 e foi negociado para o PSG da França, seu clube atual.

Lucas Gaúcho (centroavante)

Lucas Gaúcho foi o grande artilheiro da copinha e foi efetivado para os profissionais, mas com problemas disciplinares não conseguiu se firmar na equipe. Teve passagens pela Portuguesa-SP, pelo futebol de Israel e tailandês, atualmente, ele joga pelo Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Os reservas

Muitos reservas daquele time tiveram mais sucesso do que muitos titulares. Rodrigo Caio é um exemplo, o jogador foi campeão olímpico em 2016 pela Seleção Brasileira e atualmente é um dos principais jogadores do São Paulo. William Arão, titular absoluto do Flamengo, e Régis do Bahia são outros que também tiveram sucesso no futebol.