Oito anos se passaram, e o tricolor finalmente vai voltar a disputar uma final de Copinha. Em 2010, o clube conquistou o título enfrentando o Santos na final e vencendo nos pênaltis. O São Paulo revelou grandes nomes na copinha daquele ano como Lucas Moura, Casemiro e Rodrigo Caio, já os outros jogadores não tiveram tanto destaque na carreira. Confira o destino dos jogadores:

Richard (goleiro)

O goleiro foi o grande herói da grande final após defender três pênaltis da equipe santista.

Richard passou pelo Futebol do interior de São Paulo jogando no Paulista de Jundiaí e no Água Santa-SP. Em 2017, Richard foi um dos principais jogadores do Paraná Clube (clube atual) no acesso para Serie A do Campeonato Brasileiro.

Filipe Aguaí (lateral-direito)

Com uma carreira profissional de apenas 4 anos, o lateral-direito do tricolor naquela final rescindiu contrato em 2010. Teve passagens pelo Sport Recife, Jacuipense-BA e também por um time da terceira divisão italiana.

O jovem jogador encerrou sua carreira em 2014.

Fabiano (zagueiro)

Com passagens pelo Juazeirense-BA, Bahia de Feira e Marcílio Dias-SC no futebol brasileiro, o zagueiro foi para o futebol português e atualmente joga pelo Trofense, clube da terceira divisão de Portugal.

Bruno Uvini (zagueiro)

Zagueiro e capitão do time chegou até atuar pelos profissionais em 2010, mas não chegou a se firmar na equipe.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol São Paulo FC

Bruno Uvini teve várias convocações para seleções de base do Brasil e participou das Olimpíadas de 2012, onde a seleção conquistou a medalha de prata na ocasião. O jogador passou por Santos, Napoli-ITA, Twente-HOL e atualmente joga pelo Al Nasr, dos Emirados Árabes.

Felipe (lateral-esquerdo)

O jogador não teve muito destaque após a copinha, com passagens pelo Grêmio Barueri e Confiança-SE. Hoje ele disputa o Campeonato Gaúcho pelo São Paulo-RS.

Casemiro (volante)

Após a copinha, Casemiro logo foi promovido para o time principal. Alternou bons e maus momentos e foi vendido ao Real Madrid. O jogador é titular absoluto do time espanhol e homem de confiança de Tite, técnico da Seleção Brasileira.

Zé Vitor (volante)

O jovem jogador foi um dos destaques da copinha e foi promovido para os profissionais, mas não teve sequência e foi emprestado. Com passagens pelo futebol eslovaco e times do interior de São Paulo, Zé Vitor está atualmente no Itabaiana de Sergipe.

Jeferson (meia)

Meia habilidoso, Jeferson rescindiu com o tricolor e foi para o Botafogo-RJ sem ter muito destaque, depois teve passagens pelo futebol do interior de São Paulo e seu últi

Ronieli (atacante)

O jovem jogador fez gol na final e tudo, Ronieli é daqueles jogadores chamados de "Andarilhos da Bola", com passagens pelo futebol coreano, japonês, turco e no futebol brasileiro em clubes como a Chapecoense e Luverdense.

Atualmente, joga pelo Água Santa da segunda divisão do Campeonato Paulista.

Lucas (atacante)

O craque do time e principal revelação do São Paulo da copinha, Lucas não demorou muito para subir para os profissionais, onde atuou até o fim de 2012 e foi negociado para o PSG da França, seu clube atual.

Lucas Gaúcho (centroavante)

Lucas Gaúcho foi o grande artilheiro da copinha e foi efetivado para os profissionais, mas com problemas disciplinares não conseguiu se firmar na equipe. Teve passagens pela Portuguesa-SP, pelo futebol de Israel e tailandês, atualmente, ele joga pelo Jorge Wilstermann, da Bolívia.

Os reservas

Muitos reservas daquele time tiveram mais sucesso do que muitos titulares. Rodrigo Caio é um exemplo, o jogador foi campeão olímpico em 2016 pela Seleção Brasileira e atualmente é um dos principais jogadores do São Paulo. William Arão, titular absoluto do Flamengo, e Régis do Bahia são outros que também tiveram sucesso no futebol.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo