O #Palmeiras acertou a contratação de Gustavo Scarpa na manhã desta segunda-feira. O meia, de 24 anos, não estava mais ligado ao Fluminense, já que obteve a rescisão de contrato com mandado judicial.

Com contrato por 5 anos e tendo 100% dos direitos econômicos do jogador, a operação vai custar ao Palmeiras 6 milhões de euros (R$ 23,5 milhões), valor que inclui luvas e comissões aos intermediários da negociação, a serem pagos ao longo de três anos. A informação foi publicada pelo jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN, e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Porém, Scarpa ainda possui processo em aberto com seu ex-clube, que pode a qualquer momento conseguir reverter junto à Justiça a rescisão do contrato com o jogador, complicando a transferência ao Palmeiras, que teria de negociar diretamente com o Fluminense valores ou até mesmo o retorno do jogador.

Com o risco da perda do atleta judicialmente, o Palmeiras estuda oferecer alguns jogadores do elenco ao Fluminense por empréstimo, já que o clube carioca vem se desmontando em diversos setores devido à grave crise financeira que enfrenta.

Scarpa é o sexto reforço do clube para a temporada. Os outros foram o zagueiro Emerson Santos, o meia Lucas Lima, o goleiro Weverton e os laterais Marcos Rocha e Diogo Barbosa.

Entenda a história da briga judicial entre Scarpa e Fluminense

O jogador entrou com processo na Justiça no dia 22 de dezembro de 2017, alegando atraso de 4 meses de direitos de imagens e seis de FGTS, porém, o clube carioca só tomou ciência do processo de Scarpa no início da pré-temporada, na qual o jogador se ausentou da reapresentação com o grupo. A primeira resposta judicial a Scarpa foi a favor do Fluminense, negando a rescisão contratual, porém, o jogador entrou com novo pedido com base em um mandado de segurança tendo então seu pedido aceito pela Justiça.

O clube carioca promete recorrer judicialmente em todas formas possíveis perante a lei.

Jogadores x Times na Justiça

Recentemente, vimos episódios parecidos com a interminável briga judicial entre Willian Arão x Botafogo, também no RJ e, por motivos similares, o jogador teve sua rescisão aceita pela Justiça e fechou com o #Flamengo logo após a publicação no BID.

Baseado nessa briga judicial Arão x Botafogo, o Palmeiras leva como bons olhos o negócio com o Scarpa, já que possui um histórico recente similar em que o clube contratante acabou se dando bem e o time que corre há mais de um ano na Justiça não consegue reverter a rescisão.

Leia também

Scarpa e Dourado agitam mercado da bola [VIDEO]

Presidente do Corinthians fala sobre Scarpa [VIDEO] #Mercado da bola