Recém chegado à Espanha, o brasileiro Philippe Coutinho [VIDEO] irá herdar uma camisa com muita história no Barcelona. De acordo com reportagem do jornal espanhol Mundo Desportivo, o jogador irá vestir a camisa 14, atualmente utilizada pelo argentino Javier Mascherano. Desde 2010 no clube catalão, quando, a exemplo do brasileiro, veio transferido do inglês Liverpool, o zagueiro está se transferindo para o Hebei Fortune, da China.

Mascherano [VIDEO] é, provavelmente, o jogador que mais fez sucesso com a camisa 14 do Barcelona, apesar de não ser o único nome de peso a vesti-la na história do clube. O argentino levantou dois mundiais interclubes pela equipe.

O primeiro deles em 2011, quando o clube espanhol venceu o Santos, de Neymar, por 4 a 0 na final – e Mascherano entrou no segundo tempo da decisão. O segundo em 2015, ano em que o adversário batido na final foi o River Plate, da Argentina, e o camisa 14 foi o titular na decisão. Foram também duas Ligas dos Campeões, das temporadas 2010/2011 (bateu o Manchester United, da Inglaterra, na final) e 2014/2015 (final contra o Juventus, da Itália) e quatro títulos da Liga Espanhola, entre outras taças.

Cruyff e Thierry Henry

Outro nome de peso que vestiu a camisa 14, apesar de sua fama estar mais ligada ao pai do que ao seu desempenho, foi Jordi Cruijff. Filho do lendário Johan Cruyff - jogador símbolo do Carrossel Holandês da Copa do Mundo de 1974, na Alemanha – Jordi foi o dono da camisa em meados da década de 1990.

Apesar de holandês como o pai, o jogador foi formado na base do Barcelona (antes jogou nas categorias de base do Ajax), principalmente por seu pai ter atuado como técnico do clube naquela época.

Com uma história bem mais recheada de sucessos que Jordi, o atacante francês Thierry Henry foi outro que vestiu a camisa 14 do Barça. O atacante defendeu o time catalão entre 2007 e 2010. Assim como Philippe Coutinho e Mascherano, o artilheiro chegou à Espanha depois de passar pelo futebol inglês. Nesse caso o Arsenal. O francês conquistou o Mundial Interclubes de 2009 com o Barcelona, batendo na final o Independiente, da Argentina, por 2 a 1. Também foi titular na final da Liga dos Campeões da temporada 2008/2009, quando formou dupla de ataque com o camaronês Samuel Eto’o, e a equipe catalã bateu o Manchester United.

Outros destaques que vestiram a camisa 14 do Barcelona foram o nigeriano Emmanuel Amunike, e os espanhóis Gerard López e Santiago Ezquerro.