Anúncio
Anúncio

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, está cada vez mais cansado do que ele está vendo. Os resultados desta temporada estão sendo desastrosos, e o presidente do clube não suporta ver a equipe a 19 pontos do Barcelona, quando a temporada só agora está chegando no meio. É claro que os responsáveis vão assumir a culpa deles, mas Florentino parece estar tentado em apressar um pouco mais as coisas. O investimento é muito e ele exige bem mais do que aquilo que ele está vendo no time do seu coração.

Ainda para mais, quando nem há um ano, ele via sua equipe no topo do mundo, destroçando qualquer time da Europa. Afinal, o que mudou? Essa seria a pergunta para prêmio, aquela para a qual ninguém parece ter resposta.

Anúncio

Tudo isso em um momento em que tudo o que Florentino mais queria são mesmo respostas. No entanto, elas tardam em aparecer.

As respostas são, como os bons resultados do Real Madrid, cada vez mais inexistentes. Para agravar mais ainda a situação do Real, está o Barça, que continua voando e mostrando que são eles quem estão na melhor forma. Após a vitória no Anoeta, contra a Real Sociedad (2-4), o Barça se tornou a única equipe que ainda não perdeu essa temporada, em toda a Europa, após a derrota do Manchester City, de Pepe Guardiola, para o Liverpool (4-3), em Anfield Road, nesse final de semana.

No Real, o técnico Zidane se desculpou pela falta de sorte de seu time, que não consegue fazer gols.

Anúncio

Contra o Villareal, voltou a acontecer o mesmo. Ou é o goleiro que defende tudo, a trave ou é simplesmente o atacante que erra clamorosamente. A verdade é que fica cada vez mais difícil para o Real, quando nem um gol eles conseguem fazer. A confiança é inexistente e os resultados agravam tudo mais ainda.

Falando na falta de sorte, Zidane se mostrou um pouco perdido e sem soluções, o que preocupa também a direção, que já não acredita que o francês possa tirar o time desse buraco em que está se afundando. O Campeonato Espanhol parece perdido, mas o Real não jogou ainda a toalha no chão na Champions League, mesmo que a missão seja tão difícil quanto parece.

O Real vai enfrentar o PSG nas oitavas-de-final e essa é a grande chance do time mostrar seu melhor nível, agora que vai defender seu bi na Champions.

Anúncio

Enquanto fevereiro não chega, no Real já vão procurando os culpados e Zidane está, naturalmente, entre os principais. Mas tem mais e alguns nomes são bem sonantes. De acordo com o site espanhol Don Balón, Florentino Pérez indicou três jogadores que considera os maiores culpados por essa crise de resultados do Real: Marcelo, Toni Kroos e Cristiano Ronaldo.

A verdade é que nenhum dos três está se apresentando no nível que estavam fazendo nas últimas temporadas. Ainda para mais, eles são dos jogadores mais influentes do time e por isso, suas ‘’ausências’’ e a queda de desempenho se notam mais ainda. Por isso, Florentino sente que precisa fazer alguma coisa e vai começar por esses três, que ele pensa mesmo em substituir já pensando na próxima temporada.

Florentino está muito certo que, para a próxima campanha, ele precisa fazer uma limpeza no vestiário. Novas contratações galácticas virão para Madri e esses três craques têm tudo para serem os primeiros a sair.