Dominada pelo Real Madrid [VIDEO], a Seleção da Uefa de 2017 foi escalada sem o protagonista brasileiro, #Neymar. Divulgada na manhã desta quinta-feira (11), a equipe eleita pela entidade tem apenas dois brasileiros: os laterais Daniel Alves e Marcelo. Por outro lado, cinco jogadores são do campeão mundial e europeu, o poderoso #Real Madrid. Enquanto isso, apenas um jogador é do seu arquirrival, o Barcelona: Lionel #messi. Para chegar a sua seleção, escalada no esquema 4-4-2, a entidade contou com 8,8 milhões de votos que vieram de variadas partes do mundo.

No ano passado, Neymar também ficou fora da Seleção da Uefa. Tanto em 2016 quanto em 2017, a dupla de ataque foi formada por Cristiano Ronaldo e Messi.

Em 2015, quando foram escalados três atacantes, Neymar apareceu na seleção ao lado, é claro, do argentino e do português. Aliás, foi esse o único ano que o jogador brasileiro apareceu na equipe da Uefa.

Outros brasileiros concorreram

Para chegar aos 11 ideais da Europa, a Uefa listou 50 concorrentes às vagas. Seis brasileiros faziam parte dessa primeira lista. Além de Marcelo, Daniel Alves e Neymar estavam nessa relação. Alex Sandro (Juventus), Casemiro (Real Madrid) e Fabinho (Monaco) também eram opções. Apesar de serem considerados há anos os melhores do mundo, Cristiano Ronaldo e Messi não foram os que receberam mais votos no site da Uefa. Os dois mais votados foram companheiros do jogador português no Real: Sérgio Ramos, que recebeu 73,7% dos votos, e Marcelo, que contou com 70%.

A equipe escolhida

Além da equipe madrilenha, o único time que teve mais de um jogador na seleção foi a Juventus, da Itália.

Para a torcida do Barcelona, além da presença de Messi, resta a esperança de que, com Philippe Coutinho na equipe [VIDEO], o time ganhe mais espaço entre os selecionados. A formação final da seleção da Uefa ficou assim: Buffon (Juventus); Daniel Alves (Paris Saint Germain), Sérgio Ramos (Real Madrid), Chiellini (Juventus) e Marcelo (Real Madrid); De Bruyne (Manchester City), Kross (Real Madrid), Modric (Real Madrid) e Hazard (Chelsea); Cristiano Ronaldo (Real Madrid) e Messi (Barcelona).

Em relação a seleção eleita no ano anterior, a atual equipe da Uefa repete cinco jogadores. Desses cinco, quatro pertencem ao time madrilenho: Sérgio Ramos, Modric, Kroos e Cristiano Ronaldo. O outro repetido é Messi. Desses jogadores, Sérgio Ramos, Cristiano Ronaldo e Messi são presenças carimbadas na seleção desde 2015. Em 2014, apenas dois deles fizeram parte da seleção: Sérgio Ramos e Cristiano Ronaldo.

Os brasileiros

Ao lado da seleção de 2015, a atual equipe da Uefa é a que teve maior participação de brasileiros desde 2011. Em 2015, como na atual seleção, foram dois representantes do Brasil: os atuais companheiros de Paris Saint-Germain, que na época eram colegas de Barcelona, Daniel Alves e Neymar. Já em 2011 foram três brasileiros, contando Daniel Alves, Marcelo e Thiago Silva.