Ainda sem fazer uma grande contratação para a temporada [VIDEO] que, oficialmente, se inicia nesta quarta-feira (17), com o começo do Campeonato Paulista, a diretoria do Santos busca manter os jogadores [VIDEO] que já estavam em seu elenco. Nesta segunda-feira (15), o clube anunciou a renovação dos acordos dos volantes – e irmãos gêmeos - Yuri e Yan.

O primeiro estendeu seu vínculo até 2021, enquanto que o segundo – que chegou a treinar junto com a equipe sub 23 -, ficará no clube pelo menos até o ano que vem. Apesar de terem assinado novos acordos, por enquanto eles não foram inscritos pelo técnico Jair Ventura no Campeonato Paulista.

A dupla chegou ao Peixe em 2016, após se destacarem pela equipe do Audax, vice-campeão paulista ao perder a decisão para o próprio time praiano.

“Estou muito feliz por dividir isso com o meu irmão. A gente sabe o quanto é difícil um estar aqui, imagina os dois”, declarou Yuri. “Estar com o meu irmão gêmeo assinando contrato, não tem explicação”, completou Yan.

Lateral na mira da Ponte Preta

A Ponte Preta está interessada na contratação do lateral santista Ourinho. O jogador de 22 anos foi uma das ausências da lista de Jair Ventura para a disputa do Campeonato Paulista e o fato de estar fora dos planos da comissão santista pode ser um incentivo para o jogador defender a Macaca no Estadual. O clube campineiro espera concluir o negócio ainda nos próximos dias. No ano passado, o jogador fez apenas duas partidas pelo Peixe e a tendência é que a diretoria não dificulte seu empréstimo.

Clube inativo do interior cobra mais de 2 milhões

As já cambaleadas finanças do Santos ganharam mais um problema. O SEV Hortolândia, time de empresários do interior de São Paulo e que está parado há quatro temporadas, acionou a Justiça querendo receber 2,1 milhões de reais. O valor é referente aos 10% dos direitos do jogador Cleber Reis, contratado pelo Peixe no ano passado. O Hamburgo, time que o zagueiro estava atuando, também alegou não ter recebido pela transferência do atleta, alegando, inclusive, ir à FIFA.

Com poucas chances no Peixe no ano passado, o defensor foi emprestado ao Coritiba durante do Campeonato Brasileiro. Sua volta à Vila Belmiro, no entanto, tende a ser breve, uma vez que ele está na mira do Vasco, que assim como o Peixe, disputará a próxima Copa Libertadores da América, com a diferença que terá que passar pelas fases prévias.

A diretoria do Santos foi procurada pela reportagem do portal Globo Esporte e respondeu que ainda não foi notificada sobre o processo.