Faltando apenas 12 dias para a bola rolar em 2018, quando fará sua estreia no Campeonato Paulista, o Santos apresentou apenas um reforço até o momento, o lateral Romário, vindo do Ceará [VIDEO], o que lhe faz largar com uma cerca desvantagem com relação aos seus adversários, uma vez que perdeu algumas peças importantes do seu elenco titular, como o meia Lucas Lima e o atacante Ricardo Oliveira. Muito disso deve-se ao processo eleitoral atravessado pelo clube e também a crise financeira, que até mesmo atrasou a apresentação oficial do novo técnico Jair Ventura.

Agora, buscando recuperar o tempo perdido, a diretoria, capitaneada pelo novo presidente José Carlos Peres, trabalha em ritmo frenético de olho no mercado e a bola da vez é o equatoriano Cazares, que atua no Atlético Mineiro, que chegaria ao Peixe com status de titular absoluto, uma vez que é visto como um substituto para o agora palmeirense Lucas Lima.

No entanto, como já citado, um dos grandes problemas encontrados pelo Santos nessa busca por jogadores está na situação financeira do clube, o que em um primeiro momento inviabiliza a chegada a diretoria irá propor uma troca aos mineiros. Um dos que seriam oferecidos ao Galo seria o colombiano Jonathan Copete, porém isso esbarra na própria vontade do atacante, que a principio não quer deixar a Vila Belmiro.

Titular do Atlético Mineiro na temporada passada, Cazares disputou 61 jogos, balançou as redes adversárias nove vezes e ainda foi o autor de 18 assistências.

Atacantes

Um dos jogadores fortemente especulado para jogar no Santos em 2018, o argentino Hernán Barcos, renovou seu vinculo com a LDU do Equador. Dessa forma, a diretoria alvinegra agora muda seu foco e o principal alvo para o ataque é Gilberto, que está livre no mercado após o fim de seu contrato com o São Paulo.

Para ter o jogador, o clube terá que enfrentar a concorrência de outros times brasileiros, além da própria vontade do atleta de atuar no exterior.

Outros nomes também foram sondados para o ataque santista. O mais falado no final do ano passado, mas que perdeu forças neste início de 2018, é Gabigol, cujas negociações com a Inter de Milão estão bem devagar. Alemão, destaque do Paraná Clube na Série B e que já defendeu o Peixe, foi descartado. Outro nome que surgiu nesta semana, foi o do argentino Lucas Zalarayán, do Tigres do México, porém o River Plate também se mostrou interessado em contar com o Futebol do jogador.