O já desfalcado ataque do Santos [VIDEO] ganhará mais uma baixa nos próximos dias [VIDEO]. Depois das saídas de Ricardo Oliveira, Nilmar – que mal jogou - e Kayke, mais um jogador deixará a Vila Belmiro. Segundo informações publicadas no site do canal pago ESPN Brasil, Vladimir Hernández já tem um pré-contrato assinado com a equipe do Junior Barranquilla, da Colômbia, e deve se apresentar nos próximos dias.

“Temos um pré-acordo contratual com Vladimir Hernández para sua chegada ao clube” disse o presidente do time colombiano, Alberto Char.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

Ele também acrescentou que o jogador viajará ao Brasil para acertar sua situação com a nova diretoria santista e depois se apresentar ao Junior.

O atacante já havia revelado que faltava apenas o acerto entre os clubes e quem em breve no negócio seria fechado.

“As negociações estão muito adiantadas”, declarou o jogador ao site Win Sports.

Contratado a pedido do então técnico Dorival Júnior, Vladimir Hernández chegou ao Santos no final de2016. Apesar do início animador, com direito a um gol de bicicleta contra o Kenitra, do Marrocos, em um jogo amistoso disputado no Estádio do Pacaembu, o jogador não vingou no Alvinegro. Durante o resto do ano, marcou apenas mais um gol, tendo ficado alguns jogos até mesmo fora da lista dos relacionados para o banco de reservas.

De saída

Nesta quarta-feira (3), a diretoria do Santos confirmou as saídas de Elano e Marcelo Fernandes. Eles não serão aproveitados na comissão técnica do treinador Jair Ventura. A notícia dando conta do desligamento da dupla já havia vazado no último dia 31 de dezembro.

Elano dirigiu o time nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro de forma interina e chegou-se a cogitar até mesmo que seria efetivado, algo que não aconteceu.

Já Marcelo Fernandes assumiu o time em condições parecidas em 2015, mas nem mesmo o título conquistado em cima do Palmeiras foi suficiente para mantê-lo por muito tempo no cargo.

Como jogador, Elano acumulou três passagens pelo Santos, totalizando 322 partidas e 68 gols anotados. Ele fez parte de duas gerações distintas do Peixe, sendo campeão brasileiro em 2002 ao lado de Robinho e Diego, estando ainda no elenco que conquistou o título nacional em 2004. Em 2011, durante sua segunda passagem, jogando ao lado de Neymar e Paulo Henrique Ganso, ajudou o Santos a conquistar seu terceiro título da Copa Libertadores da América.

Já Marcelo Fernandes vestiu a camisa do Santos entre 1991 e 1995, tendo feito 83 jogos e anotado quatro gols. Como técnico, dirigiu o Peixe em 28 jogos, obtendo 13 vitórias, seis empates e sofrendo nove derrotas.