Vindo de uma surpreendente derrota por 1 a 0 para o Bragantino, em plena Vila Belmiro, na última segunda-feira (22), o Santos poderá ter mais um desfalque para o duelo desta quinta (25), frente à Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pelo complemento da terceira rodada do Campeonato Paulista. Além das ausências já confirmadas de Bruno Henrique, que se recupera de uma lesão no olho, e do zagueiro Lucas Veríssimo, que sofreu uma lesão muscular na coxa durante o jogo de estreia contra o Linense, o experiente meia Renato também pode não enfrentar a Macaca.

O jogador, que foi substituído no segundo tempo da partida diante do Massa Bruta, passou a tarde desta terça fazendo trabalhos especiais na academia do CT Rei Pelé.

Assim, como não participou da única atividade do elenco antes do próximo jogo, sua escalação é incerta. Alvo de muitas críticas após o último duelo, por conta de seu baixo rendimento, o jogador foi defendido pelo técnico Jair Ventura [VIDEO].

Outro jogador a deixar a partida contra o Bragantino foi o lateral-esquerdo Romário, que sentiu câimbras [VIDEO]. No entanto, ele participou normalmente dos trabalhos desta terça e está confirmado para o duelo no interior do estado. Yuri, que bateu o dedo do pé antes da partida de segunda-feira, e Leandro Donizete, não participaram do treino. Aliás, este último não deverá ser aproveitado no Paulistão e a diretoria já busca um novo clube para o volante, que tem contrato até 2019 e recebe cerca de 300 mil reais mensais. Outro jogador na mesma situação é o Rafael Longuine, que no ano passado jogou por empréstimo no Coritiba e também não foi inscrito no Campeonato Paulista.

Cautela com Sasha

Um dos únicos reforços para a temporada apresentados até o momento, o atacante Eduardo Sasha fez seu primeiro jogo com a camisa do Santos na derrota contra o Bragantino. O jogador atuou por cerca de 25 minutos e teve estreia discreta.

O ex-atleta do Internacional perdeu parte da pré-temporada em seu novo clube, tendo iniciado os trabalhos apenas uma semana depois do restante do elenco e por conta disso ainda não reúne suas melhores condições físicas e por isso o técnico Jair Ventura está sendo cauteloso quanto a sua entrada no time, optando por lança-lo como titular apenas quando estiver 100%. “Sasha chegou um pouco depois, perdeu pré-temporada, requer mais tempo, mas é hora de ir botando pouco a pouco”, explicou o técnico santista.