Em uma rodada em que apenas os visitantes se deram bem, 7.500 torcedores foram assistir a primeira partida de Jair Ventura na Vila Belmiro dirigindo o time do Santos nesta segunda-feira (22), pela segunda rodada do Campeonato Paulista. No entanto, em uma noite em que deu tudo errado, com direito a gol mal anulado e pênalti desperdiçado nos acréscimos, o Peixe acabou batido pelo Bragantino pelo placar de 1 a 0.

Publicidade
Publicidade

Com isso, a segunda rodada do estadual termina sem nenhum time mandante ter vencido uma partida.

O Santos no começo do jogo até teve mais posse de bola e, assim como foi diante do Linense, buscou explorar as bolas alçadas na área. Porém, a primeira grande chance foi em uma bola pelo chão, quando aos 20 minutos, Romário lançou Arthur Gomes pela esquerda da área do Bragantino. O jovem atacante bateu rasteiro, mas Alex Alves esticou a perna e fez a defesa.

Publicidade

Outro lance de perigo do ataque santista saiu aos 44 minutos da primeira etapa, quando Vecchio lançou para Rodrigão, que se projetou da direita para o meio da área. O centroavante subiu mais que Gerley, cabeceou firme e Alex Alves praticou ótima defesa.

No segundo tempo quem começou assustando foi o Bragantino, que logo no minuto inicial criou boa oportunidade com Léo Jaime, que após dar um drible em Romário pela direita, fez o cruzamento que foi na direção do gol.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Santos

Vanderlei se esticou todo, mas não alcançou e a bola passou muito perto.

No minuto seguinte o Santos teve um gol legítimo anulado. Após Rodrigão não conseguir fazer o domínio, a bola sobrou para Arthur Gomes, que bateu no canto esquerdo de Alex Alves, mas a arbitragem parou o jogo assinalando impedimento. No entanto, o juiz errou, uma vez que Arthur estava atrás da zaga na hora do passe.

O Santos seguiu todo o segundo tempo pressionando, mas quem acabou marcando foi o time do Bragantino.

Aos 36 minutos, Jean Mota tentou afastar a bola de cabeça, mas mandou ela para Gerley, que arriscou um chute de primeira, explodindo na trave. No rebote, Guilherme Mattis só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes de Vanderlei e anotar o único gol da partida.

Aos 49 minutos o Peixe teve ainda uma ótima oportunidade para empatar quando, em uma dividida entre Alex Alves e Vecchio dentro da área do Bragantino, a arbitragem marcou pênalti.

Publicidade

Rodrigão chutou no meio do gol e o goleiro do Massa Bruta defendeu, garantindo a vitória do time visitante.

Com o resultado, o Bragantino é, ao lado do Palmeiras, o único time com 100% de aproveitamento dentro da competição, liderando o grupo A com seis pontos. O time volta a jogar na próxima quinta-feira (25), quando recebe o São Bento, em Bragança Paulista. Já o Santos, mesmo com a derrota, segue líder do grupo D com três pontos e também na quinta irá até Campinas encarar a Ponte Preta.

Publicidade

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David e Romário (Eduardo Sasha); Alison, Renato (Jean Mota) e Vecchio; Copete, Rodrigão e Arthur Gomes (Rodrygo). Técnico Jair Ventura.

Bragantino: Alex Alves; Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano (Diego Macedo); Adenilson, Evandro e Vitinho e Gerley (William Schuster); Léo Jaime (Bruno Sávio) e Matheus Peixoto. Técnico: Marcelo Veiga.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo