Apesar de ter recebido vários reforços [VIDEO], alguns deles até sem ter pedido, o técnico Dorival Júnior finalmente poderá ganhar seu tão esperado atacante que atua pelos lados do campo. Nesta semana o diretor-executivo de Futebol Raí havia dito que só restava trazer um jogador com essas características para encerrar o ciclo de contratações. E essa peça poderá vir do Atlético Mineiro.

Segundo informações publicadas pelo portal Globo Esporte, o Galo estaria buscando encerrar antes do prazo o empréstimo do atacante Valdívia, que pertence ao Internacional.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Futebol

O jogador, revelado pelo Rondonópolis, tem seu nome bastante falado nos corredores do Morumbi e é visto como uma alternativa viável financeiramente. No entanto, de acordo com a mesma reportagem, a conversas estão paradas.

Também foi apurado que o time Gaúcho não tem interesse [VIDEO] em ficar com o atacante e caso ele seja mesmo devolvido, deverá ser novamente negociado com outro clube. O jogador foi um dos grandes destaques do time de Inter em 2015, que chegou até às seminais da Copa Libertadores da América.

No final daquele mesmo ano, quando tinha sua presença praticamente certa nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, precisou passar por uma cirurgia no joelho, o que lhe afastou dos gramados por sete meses e lhe impediu de conquistar a medalha de ouro. Para piorar, ainda foi um dos atletas que ficou marcado pela queda do Colorado para a Série B. Buscando reencontrar o melhor futebol, no ano passado ele foi emprestado ao Atlético, porém não se firmou na equipe titular.

Campeão na base, Araruna quer título no principal

Com Petros tendo que cumprir suspensão por conta da expulsão no último jogo do Campeonato Brasileiro contra o Bahia, Araruna é o mais cotado para assumir vaga no jogo desta quarta-feira (31), quando o Tricolor estreia na Copa do Brasil jogando contra o Madureira, no Estádio do Café, em Londrina.

O jogador já conhece bem o caminho do título, pelo menos nas categorias de base.

O volante já levantou o caneco da Copa do Brasil na categoria sub 17, em 2013, além de faturar duas vezes na categoria sub 20, nos anos de 2015 e 2016. “A Copa do Brasil é difícil, por isso temos que entrar forte desde a estreia. Nas três conquistas pela base, a equipe se preparou bem para encarar o torneio”, disse o jogador ao site oficial do clube.

No mesmo ano em que venceu pela segunda vez o torneio na categoria sub 20, Araruna foi alçado ao time principal. Desde então disputou 26 jogos, o último deles contra o São Bento, pela estreia do Campeonato Paulista.