Antes moeda de troca, agora peça importante para o técnico Fábio Carille, #Lucca deve se reapresentar no #Corinthians.

As negociações não avançaram em nenhum momento, na primeira tentativa houve uma possível troca com o São Paulo, pelo jogador Júnior Tavares, fato motivado ainda mais com as declarações da mãe do jogador são-paulino dizendo palavras desmotivadoras para a sua não contratação ao seu clube rival, Corinthians.

O clube tricolor foi causa de outra possível negociação, na ocasião uma possível moeda de troca entre o Cruzeiro, para manter até então o Hudson, entretanto a indisponibilidade de uma situação favorável para ser concretizada não sucedeu, fechando as tratativas do negócio mais uma vez.

Recentemente, Lucca [VIDEO] mais uma vez, foi oferecido como moeda de troca só que dessa vez para o Fluminense com Gustavo Scarpa. O atacante dessa vez não gostou da oferta proposta, além da falta de garantias de salário em dia, clube onde na qual passa por uma grave crise financeira, porém as negociações ainda não encerraram.

O comandante do Corinthians [VIDEO] quer o jogador principalmente pelas características e pelo faro de gol em que Lucca se apresenta. Enquanto as contratações não vingam, a volta do artilheiro pode ser uma boa oportunidade de ser reerguer em um cenário melhor como a Libertadores.

Lucca no ano de 2017

O atacante cedido à Ponte Preta, mesmo marcando 13 gols no Campeonato Brasileiro, não conseguiu fazer com que o clube não fosse rebaixado.

Lucca no Corinthians em sua primeira passagem

O técnico até então, Tite, conseguiu utilizar Lucca como uma espécie de “talismã” no hexacampeonato do clube em 2015, entrando no segundo tempo, ajudando e marcando alguns gols.

A partir daquele momento, Lucca se tornou um dos xodós da torcida, time que contava com craques como Jadson (retornando ao clube após sua passagem pela China), Renato Augusto (China), Ralf (atualmente sem clube), Vágner Love (Turquia), e até então, Malcon (França). O Corinthians na ocasião, apresentava um futebol vistoso, porém ao final do ano, houve um desmanche desencadeando um período de 2016 sem títulos.

Na temporada de 2016, após a saída de Tite, Lucca assim como o time não se encontrou em campo, fazendo uma mediana campanha desde então, porém sem a possibilidade de disputar a Copa Libertadores da próxima edição. O clube passou por três técnicos desde então, Cristóvão Borges, Oswaldo Oliveira e o interino na ocasião Fábio Carille. #Fabio Carille