O Palmeiras voltou aos treinos nesta quarta-feira. Na quinta já teve movimentação com bola e, apesar de ser o primeiro treino, empolgou o técnico Roger Machado. Machado recebeu caras novas: Lucas Lima, Emerson Santos, Diogo Barbosa, Weverton, Victor Luiz e Marcos Rocha apareceram após firmar contrato com o clube paulista.

A diretoria entende que o ciclo de novos reforços findou, mas não fecha a porta para negociações que já estavam em andamento e não foram concretizadas.

Nesta sexta-feira uma boa notícia chegou para a torcida palestrina: o atacante Ricardo Goulart, que está no Guangzhou Evergrande, da China, voltou à mira. Goulart reafirmou para os chineses que não quer mais ficar no Futebol asiático e que defender o Palmeiras seria o seu objetivo. Os chineses ainda não responderam.

Alexandre Mattos, executivo de futebol, tem um excelente relacionamento com o atacante e com seu estafe.

A proximidade pode ajudar - e muito - na contratação. O Palmeiras está disposto a pagar pelo jogador, mas precisa saber qual a intenção do Evergrande. Os chineses pagaram quase R$ 50 milhões na época por um contrato que vai até 2020. Obviamente que esse valor não será arcado pelo Verdão, que deve pedir primeiro um empréstimo.

E Yerry Mina?

O zagueiro colombiano Yerry Mina foi ao Centro de Treinamento da Barra Funda e conversou com dirigentes palmeirenses.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Ele expôs que deseja defender o Barcelona, da Espanha, e aguarda as tratativas finais. Se der certo, o Palmeiras perderá o zagueiro, mas ganhará uma boa porcentagem acima do acordado. O acordo firmado entre o Alviverde e o time catalão permitia a permanência do zagueiro até o meio de 2018, pouco antes da Copa do Mundo. A quebra do acordo representa valor maior no caixa palestrino.

A posição defensiva preocupa.

Roger Machado tem Emerson Santos, Edu Dracena, Antônio Carlos, Juninho e Luan. Os dois últimos não fizeram uma boa temporada e receberam críticas ferrenhas dos torcedores. A dupla titular deve ser Edu Dracena e Emerson Santos, com Antônio Carlos reserva absoluto. Tudo vai depender dos treinos.

Mattos está buscando um novo defensor e não revelou qual o estilo e nome. O clube conversou com a Crefisa, que liberou dinheiro para fazer negócio.

A dificuldade está justamente em nomes viáveis para conversar. Outro problema encontrado pelo Palmeiras é a dificuldade imposta pelos empresários. Com situação financeira boa e amplamente divulgada pela imprensa, os valores das negociações sofrem acréscimos grandes.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo