Veio da Europa, em 2011, o último jogador a se consagrar artilheiro do Campeonato Paulista [VIDEO] pelo Corinthians. Depois de oito temporadas defendendo o Sporting, de Portugal, o centroavante Liedson desembarcou em São Paulo para duas temporadas pelo clube paulista. Foi o suficiente, mesmo aos 33 anos, para levantar títulos e mostrar o porquê de ter alcançado tanto sucesso em Portugal, chegando, inclusive, a se naturalizar português e vestir a camisa da seleção daquele país.

O cartão de visita de Liedson foi o Campeonato Paulista de 2011. O centroavante, que havia disputado a Copa do Mundo de 2010 por Portugal, não desapontou.

Foi o goleador máximo da competição com 11 gols, ao lado do santista Elano. Foram justamente os clubes dos dois artilheiros que fizeram a final da competição. Quem levou a melhor foi o Santos que, com um empate em 0 a 0 e uma vitória por 2 a 1, ficou com o título. Mas Liedson não sairia do Timão sem levantar nenhuma taça de campeão.

Quem chegou perto

Depois de Liedson, o corintiano que chegou mais perto de alcançar a artilharia do Campeonato Paulista foi o atacante Romarinho, em 2014. Atualmente no Al Jazira, do Emirados Árabes, o jogador anotou oito gols naquela temporada, apenas um a menos do que os artilheiros da competição. Naquele ano, em que o Ituano foi campeão, o posto de Artilheiro foi dividido entre Alan Kardec (Palmeiras), Leo Costa (Rio Claro), Cícero (Santos) e Luís Fabiano (São Paulo), todos com nove gols.

Enquanto os corintianos sonham com um reforço para o Paulistão [VIDEO] que possa repetir o feito de Liedson, veja abaixo os artilheiros do Paulistão desde 2012 e o corintiano que marcou mais gols:

2012 - O artilheiro foi Neymar (Santos) com 20 gols, enquanto o goleador do Corinthians foi Willian (hoje no Palmeiras), com cinco gols.

2013 - O artilheiro foi William Batoré (Ponte Preta) com 13 gols, e o goleador do Timão foi Paolo Guerrero (atualmente no Flamengo), com oito gols.

2014 - Os artilheiros foram Alan Kardec (Palmeiras), Leo Costa (Rio Claro), Cicero (Santos) e Luís Fabiano (São Paulo) com nove gols, e Romarinho foi quem mais balançou as redes pelo Corinthians.

2015 - O Santos voltou a fazer o artilheiro do Paulistão com Ricardo Oliveira, com 11 gols, e Paolo Guerrero novamente foi o goleador do Corinthians, com seis gols.

2016 - Roger (Red Bull Brasil) foi quem mais balançou as redes no Campeonato Paulista, com 11 gols, e Romero foi o goleador corintiano, com cinco gols.

2017 - Gilberto (São Paulo) e William Pottker (Ponte Preta) dividiram a artilharia, com nove gols, enquanto (que se transferiu no início do ano para o Nagoya Grampus, do Japão) foi o goleador do Timão, com seis gols.

Liedson campeão no Corinthians

Após o Paulistão 2011, Liedson não foi artilheiro de mais nenhuma competição, mas levantou títulos pelo Timão. Naquele mesmo ano o centroavante levantaria a taça do Campeonato Brasileiro. O título foi comemorado no dia 4 de dezembro em jogo histórico contra o Palmeiras, em que os comandados do técnico Tite empataram em 0 a 0 com o arquirrival.

O jogo foi marcado pela emocionante despedida do ídolo Sócrates, que havia morrido naquele mesmo dia e foi homenageado pela torcida antes e durante a partida. O artilheiro daquele campeonato foi Borges, do Santos, com 23 gols. Liedson foi o goleador máximo do Corinthians na competição com 12 gols.

No ano seguinte, Liedson fecharia o seu ciclo no Corinthians com o título de campeão da Taça Libertadores da América. Sua participação na competição foi discreta para um artilheiro com tantas credenciais como as dele. O centroavante fez apenas um gol no torneio, contra o Deportivo Táchira, da Venezuela, em jogo que o Corinthians venceu por 6 a 0 na primeira fase da competição. Depois desse título, Liedson voltou para Portugal, onde encerrou a carreira no Porto em 2013.