O meia-atacante Gustavo Scarpa é considerado de alto nível e uma grande joia do Futebol brasileiro, sendo, até a temporada de 2017, o camisa dez e um dos principais jogadores do clube carioca Fluminense, porém, a história de amor com o clube que o revelou vem se acabando aos poucos.

O atleta entrou na Justiça contra o tricolor carioca por conta de quatro meses de atraso em direitos de imagem e FGTS. No entanto, a diretoria do Fluminense nega e afirma ter quitado as dívidas, mas o jogador conseguiu, judicialmente, uma liberação do tricolor e uma autorização para ir a qualquer clube de forma gratuita nesta temporada de 2018.

Até então, os clubes interessados pelo atleta estavam com medo de se envolverem em uma negociação que poderia ser, posteriormente, revertida na Justiça e o Fluminense conseguir os direitos do atleta de volta, assim sendo um reforço em vão, mas o Verdão apostou todas suas forças e fechou com o atleta.

A proposta

O meia era procurado, principalmente, pelos rivais Corinthians e São Paulo, sendo que alguns jornalistas já davam como certa a contratação do atleta para atuar no alvinegro de Itaquera, porém, aconteceu o inesperado e o Verdão, que já era tirado da negociação, aplicou um grande chapéu em todos esses adversários.

O contrato do atleta foi assinado e agora Scarpa defenderá o alviverde da capital por cinco temporadas, desejando brilhar em um forte elenco na temporada de 2018, portanto o valor que foi pago foi de 6 milhões de euros, cerca de R$ 23,5 milhões para o jogador e aos empresários.

Neste valor estão inclusas as luvas, que serão diluídas nos salários do atleta. Contudo, para o Fluminense nada foi dado, e isso fez todos pensar que o atleta fecharia com algum clube de forma gratuita, muito pelo contrário, pois o jogador se tornou dono de seus próprios direitos e foi o que mais lucrou nesta grande negociação.

Por que o Palmeiras e não o Corinthians?

O atleta não revelou o motivo, mas o alviverde da capital tem o diretor de futebol Alexandre Mattos, que deve ter influenciado muito nesta negociação, e também o fator de ser bem mais rico que o rival, por conta dos patrocínios da Crefisa e FAM (Faculdade das Américas) [VIDEO].

Scarpa negociou às escondidas com o alviverde da capital e impressionou muito quando a notícia saiu na imprensa brasileira, até porque todos esperavam um acerto breve com o Corinthians, que contava com o aspecto da torcida pedindo veementemente sua contratação [VIDEO].