O sucesso do técnico Zinedine Zidane no comando do Real Madri [VIDEO]é incontestável. Ao completar dois anos à frente de uma das maiores e melhores equipes de Futebol do mundo, ele tem a seu favor a magia dos números como a conquista de oito títulos, como duas vezes na Liga dos Campeões e um Campeonato Espanhol. Esses dados colocam Zidane como segundo treinador que mais deu vitórias ao Real Madri.

Apesar de todas as conquistas, existe algo que vai desafiar Zidane em 2018. Trata-se de uma estatística que muitos setores da imprensa espanhola classificam como "maldição". É o fato de o treinador francês ter pela frente uma barreira considerada quase intransponível: conseguir trabalhar três anos ao lado do presidente do Real Madri, Florentino Pérez.

Ninguém sobreviveu a Florentino Pérez

Isso porque até agora nenhum treinador da equipe espanhola conseguiu passar do terceiro ano como técnico nas duas gestões de Florentino. Os treinadores que quase chegaram perto foram Vicente Del Bosque e José Mourinho.

Eles tiveram que enfrentar a divisão de poder, impaciência do presidente e a enorme pressão por resultados e acabaram não conseguindo. Por isso, a grande pergunta é: Zidane conseguirá sobreviver ao presidente do Real Madri [VIDEO] em seu terceiro ano treinando a equipe espanhola?

Apenas vencer não basta, é preciso mais para se manter no Real Madrid

Em 2003, no dia seguinte a conquista do Campeonato Espanhol, o técnico Del Bosque recebeu um aviso de que não teria o seu contrato renovado para o ano seguinte. Já Mourinho, que apesar de ter um certo prestígio com o presidente Florentino, também foi surpreendido com o pedido para deixar o clube.

Diversos outros técnicos não tiveram a mesma sorte dos dois e ficaram por menos tempo no comando do Real Madrid. São casos como os dos técnicos Mariano Ramón, Carlos Ramon e o brasileiro Vanderlei Luxemburgo que não conseguiram seguir adiante no clube.

Títulos conquistados favorecem Zidane a permanecer no Real Madri

Zidane tem a seu favor os oito títulos conquistados em dois anos, mas está ciente dos obstáculos que enfrentará no terceiro ano de sua relação com a diretoria do Real Madrid, como informou o jornal "El Confidencial".

De acordo com a publicação, Zidane não conseguirá emplacar os reforços que tanto deseja e esse tema é motivo de muitas dificuldades com a diretoria. O técnico tem mais proximidade com os jogadores do que com os dirigentes e, por isso, a sua posição geralmente é a favor do elenco nas questões internas consideradas mais importantes.

A torcida da equipe e dos torcedores é para que Zidane quebre a "maldição" e sobreviva a Florentino Pérez para completar seus três anos no Real Madri.