Zinedine zidane está em perigo e a mudança pode chegar bem antes do tempo. Contrariamente a tudo o que foi se falando, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, pode nem esperar pelo final da temporada para contratar um novo treinador [VIDEO]. Antes disso, ele vai precisar fazer uma das tarefas mais complicadas que é despedir Zidane, o treinador que venceu as últimas duas Champions para o Real Madrid. Os números parecem brilhantes, para o que ele fez em tão pouco tempo, mas a verdade é que todos estão cansados da falta de soluções do francês.

A temporada do Real Madrid está sendo um verdadeiro desastre e Florentino Perez está prestes a explodir.

No entanto, e contrariamente ao que acontece no mercado de jogadores, o treinador pode ser trocado a qualquer momento. Por isso, Florentino não está obrigado a fazer essa troca agora, em janeiro. De acordo com o site espanhol Don Balón, o presidente espanhol já tem seu limite definido: a eliminatória contra o PSG.

Tudo indica que o presidente do Real [VIDEO]vai aguardar para ver o que acontece na Champions, prova onde Zidane e o Real Madrid mais têm conseguido brilhar nos últimos anos. E essa seria a última chance do francês. Porém, se o Real cair para o PSG, é muito provável que Florentino Pérez decida terminar a carreira de Zidane no banco do Santiago Bernabéu. Uma eliminação na segunda rodada da Liga dos Campeões e com a Liga já descartada, seria demais para um time da dimensão do Real Madrid e que vem de ganhar tudo, após um 2017 perfeito.

No campeonato, o Real Madrid está vendo o Barcelona a uma distância de 19 pontos, e parece completamente impossível que o time merengue possa mudar essa situação dramática, agora na segunda volta da liga. Nem o mais entusiasmado dos torcedores do Real Madrid pode imaginar uma coisa dessas. Para agravar mais a situação, o treinador parece completamente perdido. Não só no banco, como também nas coletivas de imprensa. Zidane não consegue encontrar uma explicação para esse mau momento de um time que não ganha nem aos rivais mais acessíveis.

Por isso, a diferença cresceu tanto e, ainda para mais, os torcedores estão vendo o Barcelona e Leo Messi a um ritmo completamente diferente. Aliás, o Barcelona é mesmo o único time que ainda não perdeu essa temporada, após a derrota do Manchester City contra o Liverpool, nesse final de semana.

Com a situação doméstica tão complicada, Florentino Pérez pensa, realmente, em uma solução drástica. O presidente do Real Madrid já contatou um treinador que pudesse assegurar o Real, pelo menos, até o final da temporada.

E ele não poderia estar pensando em uma solução mais surpreendente do que o italiano Carlo Ancelotti. No entanto, a verdade é que a escolha até faz algum sentido. Afinal, Ancelotti está atualmente sem uma equipe e ele conhece muito bem o Real, até porque ele deixou o time faz pouco tempo.

Supostamente, os jogadores ficariam encantados, pois muitos deles criaram um vínculo muito forte com Carlo. Ancelotti faria assim o mesmo papel que Heynckes já está fazendo no Bayern de Munique, que regressou no time bávaro após a saída de Ancelotti. Por isso, a opção de Florentino não seria assim tão absurda.