O primeiro reforço contratado pelo Santos [VIDEO] para a temporada de 2018, anda sob a gestão do presidente Modesto Roma Júnior, foi o lateral-esquerdo Romário, que havia feito uma boa Série B defendendo o Ceará. No entanto, foram necessários apenas dois jogos – contra Linense e Bragantino -, com a camisa do Peixe para a comissão técnica saber que ele não era o jogador para a posição e sacá-lo do time titular, colocando Caju em seu lugar.

Isso até fez a diretoria olhar às pressas o mercado em busca de um novo nome, mas a solução pode estar – ainda – dentro da própria Vila Belmiro. Em novembro passado, alegando perseguição da torcida e também atrasos no deposito de seu Fundo de Garantida por Tempo de Serviço (FGTS), o lateral-esquerdo Zeca entrou na Justiça para se liderado do #Santos, com o qual tem contrato até o final de 2020.

O jogador conseguiu uma liminar o liberado para acertar com outro clube e uma decisão final deverá sair apenas em abril. Dessa forma, teoricamente ele está livre para assinar com outro clube e chegou a ficar bem perto de um acerto com o Flamengo.

Porém, há um temor que a decisão final seja favorável ao Peixe e o clube que o contatar terá que devolvê-lo ou pagar a multa rescisória, estipulada pelo alvinegro em 50 milhões de reais, valores absurdos em se tratando do mercado interno. Isso fez com que o Rubro-Negro recuasse nas negociações. Ele ainda quase foi parar no Girona, porém o time espanhol também desistiu de contar com o brasileiro por conta do mesmo temor.

Assim, Zeca está há mais de dois meses sem clube e sem atuar, mas isso pode mudar muito em breve. Isso porque a diretoria santista, dada as dificuldades para achar um jogador para a posição, está analisando sua reintegração ao elenco.

Inicialmente a ideia não era colocá-lo para jogar, [VIDEO] e sim relacioná-lo para os jogos, para que assim ele ganhe valor de mercado e, caso a decisão judicial final seja favorável ao clube, negociá-lo por um bom valor. Porém, dependendo do rendimento dos jogadores da posição, não seria surpresa alguma vê-lo também jogando. Para que isso ocorra, Zeca terá que superar a forte resistência da torcida e também de alguns dirigentes santista.

Com sete pontos em quatro jogos no Campeonato Paulista, o Santos encara no próximo domingo (4), seu primeiro clássico na temporada, quando irá até o Allianz Parque tentar quebrar os 100% de aproveitamento do Palmeiras. Para este duelo, a tendência é que o técnico Jair Ventura mantenha Caju na lateral esquerda. #Futebol #PaixãoPorFutebol