Com a presença de mais de 12 mil torcedores, o Corinthians fez, na manhã desta sexta-feira (23), o último treino antes do duelo contra o Palmeiras, válido pela nona rodada do Campeonato Paulista, que será disputado neste sábado (24), às 17 horas, na Arena. Após as atividades, o técnico Fábio Carille revelou a escalação que usará, tendo duas mudanças em relação ao time que vinha jogando.

A presença dos torcedores que lotaram o setor norte do estádio corintiano foi muito elogiada pelo treinador na entrevista coletiva, concedida após o fim das atividades.

Publicidade
Publicidade

“É legal abrir um treino para alguém que muitas vezes não tem condição de comprar um ingresso”, disse Carille. “Deixar cada vez mais o torcedor perto da gente”, seguiu o treinador, lembrando ainda de outros momentos de apoio dado pelo torcedor, como ocorreu em 2012, durante o Mundial da FIFA.

Dos últimos nove pontos disputados no Campeonato Paulista, o Corinthians fez apenas um, o que fez Carille ligar o sinal de alerta, ainda mais agora que terá dois clássicos pela frente, além da estreia na Copa Libertadores, fora de casa, entre eles.

Treino atraiu mais de 12 mil torcedores
Treino atraiu mais de 12 mil torcedores

Assim, o treinador optou por fazer mudanças no time titular, sacando dois jogadores, que curiosamente foram contratados no início do ano.

Uma das mudanças feitas por Carille é na lateral esquerda. Juninho Capixaba deixou o jogo contra o Red Bull Brasil machucado e mesmo com ele recuperado para o clássico, o treinador manterá Maycon, que já havia o havia substituído no Campinas. No ataque, Júnior Dutra dará lugar para Clayson.

Ficar mais com a bola foi a justificativa do treinador para as mudanças.

Publicidade

“Minha ideia é ficar mais com a bola. Erramos muitos passes nos últimos jogos”, disse o técnico que também já definiu a escalação com a qual o time entrará em campo. A equipe jogará com Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon na defesa, Gabriel, Renê Júnior, Jadson e Rodriguinho no meio de campo. Romero e Clayson completam os 11 iniciais. Assim, o esquema tático passará a ser o 4-4-2.

Assim como fez no final do confronto diante do time dos energéticos, Carille preferiu por defender seu lateral.

“Temos que ter muita paciência com o Juninho. É nítido que ele sentiu. Vamos preservar”, disse. Ele lembrou ainda que o lateral Sidcley, que teve sua contratação oficializada nesta sexta, já havia sido procurado pelo clube no inicio do ano.

Mesmo com a sequência negativa, o Corinthians é líder do grupo A com 13 pontos ganhos, dois a mais que o Ituano e com três de frente para o Bragantino, o terceiro colocado.

Leia tudo e assista ao vídeo