O Palmeiras perdeu a primeira partida em 2018. No último sábado (24) a equipe alviverde foi derrotada pelo maior rival, Corinthians, por 2 a 0, em partida realizada na casa do adversário, válida pelo Campeonato Paulista.

O revés para o Timão escancarou alguns problemas do time comandado pelo técnico Roger Machado. O primeiro deles foi a falta de criação de jogadas ofensivas que resultassem em chances claras de gol.

Durante todo o primeiro tempo, quando a equipe tinha em campo o mesmo número de jogadores que o rival - no início do segundo tempo o goleiro palmeirense Jaílson foi expulso -, os comandados de Roger não conseguiram colocar em prática tudo que deles se esperava, muito em função do que havia sido apresentado nas primeiras rodadas do Estadual e pelo elenco repleto de jogadores de primeira linha que fazem parte da esquadra alviverde.

Time apático

O que se viu dentro das quatro linhas foi um time apático, com pouca movimentação ofensiva e sem criatividade individual no setor de meio de campo. Jogadores como Lucas Lima, Dudu e Felipe Melo, responsáveis pela criação das jogadas do Verdão tiveram atuações discretas. Mais à frente, Borja e William nada mostraram de diferente para incomodar a zaga corintiana.

Se o poderio ofensivo passou despercebido, não se pode dizer o mesmo do setor defensivo alviverde. No primeiro gol alvinegro, por exemplo, a retaguarda palmeirense viu os jogadores corintianos trocarem passes com muita facilidade na entrada da área alviverde, culminando na finalização precisa de Rodriguinho, o grande destaque da partida.

Na segunda etapa, após mais um vacilo na marcação da zaga formada pro Antonio Carlos e Thiago Martins, Jaílson foi obrigado a sair da meta palmeirense para tentar evitar que Renê Jr. marcasse o segundo gol do Timão, lance que acabou gerando a penalidade e a exclusão do arqueiro do clássico.

Para a sequência do Paulistão, que vai entrar na fase decisiva em Março, e para a estreia na Libertadores - acontece na próxima quinta-feira contra o Junior de Barranquilla na Colômbia -, Roger Machado terá que "quebrar a cabeça" para solucionar os problemas apresentados no dérbi do fim de semana.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Futebol Palmeiras

Mudar o esquema tático ou até mesmo trocar algumas peças podem ser o caminho para que o Palmeiras não volte a apresentar os mesmos defeitos da última rodada.

Resta saber se o técnico palmeirense saberá corrigir os erros e remontar a equipe para a sequência da temporada, já que a cobrança da torcida por títulos será enorme, uma vez que jogadores de qualidade não faltam no elenco alviverde.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo