A grande vitória por 2 a 0 no clássico do último sábado (24) diante do Palmeiras já é uma página virada na história do Corinthians, que, nesta quarta-feira (28), inicia a briga pelo seu segundo título da Copa Libertadores da América. O primeiro desafio do alvinegro será às 21h45 (de Brasília), no Estádio El Campín, em Bogotá, contra a equipe do Millonarios. E para esse primeiro duelo o técnico Fábio Carille já tem o time pronto e escalado [VIDEO].

Sem poder contar com Rodriguinho, que está suspenso devido a uma confusão no jogo contra o Racing, ainda pela Copa Sul-Americana do ano passado, o treinador escolheu Mateus Vital para ser seu substituto.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Corinthians

Esta será a única mudança em relação ao time que entrou em campo [VIDEO] e venceu o derby contra o rival.

“É a mesma característica do Rodriguinho, meia-atacante, com boa finalização, boa qualidade técnica”, disse o técnico Fábio Carille, em entrevista coletiva, justificando a razão pela qual escolheu o jogador que até o momento disputou apenas duas partidas com a camisa alvinegra.

Dessa forma, o Corinthians irá a campo para seu primeiro desafio na Copa Libertadores com Cássio no gol, a defesa formada por Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon, Gabriel e Renê Júnior serão os volantes, com o meio de campo sendo completado por Romero, Jadson, Mateus Vital e Clayson.

O Corinthians está no grupo 7 da primeira fase e além dos colombianos ainda terá pela frente o Independiente, da Argentina, e Deportivo Lara, da Venezuela. O primeiro jogo em casa será contra o time venezuelano, no dia 14, na Arena.

Ele será o 9

O Corinthians definiu a numeração para a fase de grupos da Copa Libertadores da América. Até então sem dono desde a saída de Clayton, que acabou devolvido ao Atlético Mineiro ainda durante o Campeonato Brasileiro do ano passado, a camisa 9 na competição continental será usada por Júnior Dutra, que na partida desta quarta-feira será opção no banco de reservas.

Diferente do Campeonato Paulista, onde a numeração é livre, na Libertadores as camisas vão do 1 ao 30 e por isso alguns jogadores irão aparecer com numeração diferente do que vinha atuando.

A camisa 7 que antes era usada por Jô, na Libertadores será vestida por Emerson Sheik. Na conquista do título em 2012 o jogador atuava com a 11. Já o goleiro Cássio seguirá usando a 12, enquanto que o goleiro Caíque França, será o número 1 e Valter usará a 27. O volante Ralf, que também esteve na conquista de 2012, irá vestir a de número 15.