O empate sem gols contra a Ferroviária, neste domingo (25),em pleno estádio do Morumbi, fez o São Paulo chegar a terceira partida seguida sem vitória no Campeonato Paulista, tendo conquistado apenas um ponto dos últimos nove disputados. O time só não perdeu a liderança da chave por conta da derrota da Ponte Preta diante do Mirassol, mas viu o São Caetano se aproximar, ficando apenas um ponto atrás, juntamente com a Macaca.

Cada vez mais pressionado no cargo, o técnico Dorival Júnior falou sobre sua situação dentro do clube e ainda fez uma promessa.

“Eu sou o treinador do São Paulo”, cravou Dorival em resposta ao bombardeio de perguntas feitas pelos jornalistas na entrevista coletiva após a partida. “Eu sou responsável pelo resultado e pelo momento. Estamos trabalhando muito para reverter esse quadro”, continuou Dorival, visivelmente incomodado com as especulações sobre sua demissão do clube.

E essa reversão tem que vir o quanto antes, uma vez que a torcida – que tanto apoiou o time nos momentos complicados vividos durante o Campeonato Brasileiro do ano passado – nitidamente perdeu a paciência e gritos de “burro” puderam ser ouvidos vindos das arquibancadas.

Dorival também reclamou que no Brasil o limite para um treinador é de apenas três meses e que há pessoas que sentem prazer em ver um profissional ser demitido.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol PaixãoPorFutebol

“Não estou chegando a limite nenhum. Temos muito a produzir”, prosseguiu. “A pressão é contínua. Parece prazeroso ver mudança de treinador no Brasil”, disparou.

Por fim, ele pediu paciência ao torcedor e ainda fez uma promessa. “Tenho capacidade para fazer esse time chegar mais longe. Mas preciso de tempo de treinamento”, disse o técnico antes de fazer uma previsão: “vamos encontrar um caminho. Se deixarem o São Paulo chegar, o peso será outro”.

Uma nova reunião com a diretoria será feita nesta segunda-feira (26), quando será mais uma vez debatido o futuro do treinador no clube. O encontro terá a presença do presidente e Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, do executivo Raí, do coordenador Ricardo Rocha, além de Lugano, que ocupa o cargo de superintendente de relações institucionais.

Agenda

Pelo Campeonato Paulista o São Paulo volta a jogar apenas no outro final de semana, quando no próximo domingo (4), vai até o interior encarar o Linense.

Antes, o time voltará suas atenções para a estreia na terceira fase da Copa do Brasil, a partir de agora disputada em dois jogos, quando jogará em Alagoas contra o CRB pela partida de ida. A partir deste ano gol marcado fora de casa não conta mais como critério de desempate.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo