O Campeonato Paulista é considerado o mais difícil entre os estaduais [VIDEO] devido ao nível que os times do Interior apresentam. Todos têm com boas estruturas, na medida do possível, com jogadores de alta qualidade, que sempre acabam indo para os grandes do país após o término do torneio.

Além da vitrine que o Paulistão oferece aos jogadores que buscam um time grande para seguir carreira, o torneio também traz sempre alguns medalhões do Futebol que voltam de outro país ou quer encerrar a carreira. O charmoso campeonato estadual de São Paulo possui alguns times que já estão há muito tempo fixado na elite. Veja abaixo a análise feita dos considerados elite do interior, baseado em informações de 2014 até o atual campeonato de 2018.

Cinco anos na série A1

Há quatro times que estão na série A1 do Paulistão desde 2014. A Ponte Preta é considerada um nome forte em todo o país. Apesar da queda para série B do Brasileirão no último ano, a Macaca de Campinas está sempre presente em grandes competições, dificultando a vida dos grandes.

Em 2014, o time chegou às quartas de final, quando acabou sendo eliminada pelo Santos. No ano seguinte, a Ponte chegou a mesma fase, passando pelos grupos, mas deu adeus a competição após não passar pelo Corinthians [VIDEO].

Em 2016, o time não conseguiu passar da primeira fase. Porém, no ano seguinte, em 2017, a Macaca passou por cima por todos que apareciam em sua frente até chegar a final, na qual conquistou o vice-campeonato, sendo derrotada pelo Corinthians, atual campeão da competição.

Os melhores vídeos do dia

Em 2018, segue firme pelo grupo B, o qual lidera até o momento.

O Ituano é outro time presente na elite paulista desde 2014. O time este ano está na terceira colocação do grupo A até o momento. Nas edições anteriores, três anos consecutivos (2015, 2016 e 2017) o time caiu na primeira fase. Seu maior feito foi em 2014, que conseguiu o título paulista superando o grande favorito Santos.

A Linense está na principal divisão do Paulistão também desde o ano da última Copa do Mundo. O Elefante de Lins parou na primeira fase em todas as edições, exceto na edição de 2017, que caiu nas quartas de final diante do São Paulo. Em 2018, o time segue na última colocação do grupo A.

Fechando a lista de times que estão se mantendo na série A1, o Botafogo só não alcançou a segunda fase em 2016. Nas demais edições, o time sempre avançou até as quartas, mas sempre deixou a competição nessa etapa. Em 2018, o time segue em segundo do grupo D.

Quatro temporadas na elite

Três times conseguiram permanecer na elite em três temporadas do paulistão de 2014 para cá.

O São Bernardo jogou apenas a primeira fase em 2014 e 2015. Já em 2016 o time conseguiu chegar as quartas de final, mas acabou eliminado pelo Palmeiras. Na edição de 2017, o São Bernardo foi rebaixado para a série A2.

O Audax chegou à primeira divisão do estadual em 2014. Apesar do grande feito, caiu logo na primeira fase. O mesmo aconteceu no ano seguinte. Em 2016, o time avançou e foi muito bem, chegando a grande final, mas não conseguiu superar o time do Santos. Assim como o São Bernardo, o Audax foi rebaixado em 2017 depois de uma campanha bem ruim.

Outro time de Campinas que entra nessa análise é o Red Bull Brasil. O Toro Loko do interior paulista está na elite desde 2015. Em sua estreia na A1, o time chegou a segunda fase, mas foi eliminado pelo São Paulo. No ano seguinte, o Red Bull Brasil mais uma vez conquistou as quartas de final, mas não passou para a semi, sendo despachado para casa pelo Corinthians. Em 2017, o time ficou pela primeira fase e na atual temporada segue em 3º do grupo D.

Três vezes na série A1

Conseguindo o feito de ficar três anos na elite paulista nos últimos anos está o Bragantino, time que já conquistou o título em 1990. O Braga chegou até as quartas em 2014, mas não teve forças para passar pelo Palmeiras. Em 2015, o time teve um péssimo ano e caiu de divisão. O Bragantino amargou a série A2 por duas temporadas, mas agora em 2018 participa da série A1 novamente, no qual começa bem, estando em segundo lugar do grupo A até o momento.

O XV de Piracicaba teve três temporadas seguidas na série A1 do Paulistão, em 2014, 2015 e 2016. O ano de 2015 foi a melhor temporada do time, quando alcançou as quartas de final. Porém, caiu diante do time do Santos. Em 2016, houve a queda para a A2.

A Ferroviária conquistou o acesso em 2015, participando da elite a partir de 2016 e se mantendo até a atual temporada. Apesar de sempre ser um adversário complicado tanto para os times do interior quanto para o grandes, a Ferroviária não conseguiu sair da primeira fase. Em 2018, o time segue em 4º do grupo C.

Por último, o Tigre do Vale. O Novorizontino [VIDEO], assim como a Ferroviária, conquistou o acesso em 2015 e jogou a série A1 em 2016, 2017 e agora em 2018. Em seu primeiro ano na elite, o time não conseguiu avançar para o mata-mata, mas em 2017 o time de Novo Horizonte chegou as quartas de final. Apesar do esforço, o Palmeiras o eliminou sem muitos problemas. Na competição atual, o time segue em 3º lugar do grupo C.

Edição de 2018

Os times que seguem na elite de 2018 voltam a campo pelo Campeonato Paulista nos dias 2, 3, 4 e 5 de fevereiro, pela quinta rodada da fase de grupos. Se classificam os dois primeiros de cada grupo para a segunda fase, e serão rebaixados os dois piores times na classificação geral do campeonato.