Palmeiras e Corinthians sempre é um clássico marcado por muitas polêmicas. Desde o ano passado já ocorreram acusações do Verdão contra a arbitragem quando o jogo foi na Arena de Itaquera. Agora novamente surgiram grandes especulações dos atletas contra os juízes do jogo do último domingo (25).

Na partida que ocorreu por mais uma rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras perdeu seu goleiro titular, Jailson, por uma expulsão em um lance de dividida com o segundo volante do Corinthians, Renê Júnior. No entanto, o pênalti foi marcado após o árbitro ver o ‘’buraco’’ que abriu na coxa do corintiano.

O fato de que a falta foi marcada depois acabou irritando muito os palmeirenses, fazendo com que o ponta-atacante Dudu quisesse abandonar a partida e o goleiro Jailson saísse reclamando, afirmando que foram roubados mais uma vez, fazendo referência ao jogo do ano passado pela rodada mais decisiva do Campeonato Brasileiro.

Punição?

É evidente que os jogadores do Palmeiras sabiam do risco que estavam correndo ao fazer declarações acusativas contra os árbitros do clássico, até porque isto causa uma revolta nos torcedores palmeirenses e coloca em risco a integridade dos juízes e das próprias famílias deles.

Por este motivo, o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva), da Federação Paulista de Futebol, resolveu agir e tomar uma atitude quanto a essa situação. Contudo, o tribunal convocou Jailson para se explicar de suas acusações e ter o direito de defesa.

Outro que foi chamado para depor foi o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, que terá explicar o que falou do árbitro Raphael Claus após o final da partida.

Sangue quente?

Esta deve ser a maior defesa utilizada pelo diretor e goleiro, até porque dizer que estavam com sangue quente nas horas das entrevistas por conta da derrota pode justificar acusações como essas.

Caso contrário, se continuar com as acusações e continuarem afirmando que o Corinthians foi favorecido, o TJD vai pedir provas e começarão uma investigação sobre o caso.

Se nada for encontrado, os dois serão punidos. No entanto, a punição também pode ser um pedido público de desculpas ao Corinthians e ao grupo de arbitragem que coordenou a partida [VIDEO].

Muitos torcedores palmeirenses afirmam que a derrota foi por conta dos juízes, mas a maior parte deles assume que o clube realmente jogou um futebol inferior no clássico e não mereceu nenhum pouco sair com esta importante vitória [VIDEO].