Palmeiras e Corinthians se enfrentaram por mais uma rodada do Campeonato Paulista, competição da qual o alvinegro de Itaquera é o atual campeão, mas o clássico apresentou uma grande surpresa para os torcedores de ambas as equipes.

O grande favorito para ganhar era o Palmeiras, já que o alviverde ainda não havia perdido nesta temporada e estava fazendo grande campanha no Paulistão, mas após ceder dois empates contra equipes de pequenas expressões, perdeu o clássico contra o Corinthians por 2 a 0.

Tudo bem que era na Arena de Itaquera, mas em vista do grande investimento, o Palmeiras tinha quase que uma obrigação de ganhar do Corinthians, até mesmo para mostrar qual a diferença de um clube com grandes dívidas e outro que ostenta dinheiro sem nenhuma pena.

Entrevista de Dudu

O ponta-atacante Dudu é um dos principais jogadores do Palmeiras, na atualidade, e também se tornou ídolo por estar no clube desde 2015, ter ganhado títulos e recusado uma proposta quase que indecente de um clube chinês para ganhar um dinheiro que daria para sustentar muitas gerações de sua família.

Portanto, após o clássico contra o Corinthians, é evidente que o ponta foi um dos questionados pela derrota, afirmando, durante a sua explicação, que é impossível jogar na Arena de Itaquera, sinalizando que houve uma espécie de beneficiação do time rival durante a partida.

No Dérbi entre Palmeiras e Corinthians deste sábado aconteceram dois pênaltis para o alvinegro de Itaquera e a expulsão do goleiro Jaílson, que resultou na saída de Lucas Lima para a entrada de Fernando Prass, assim jogando, boa parte do jogo, com um atleta a menos.

Um dos pênaltis foi perdido por Jadson, mas o segundo foi convertido por Clayson, que não perdoou Prass e bateu muito bem, confirmando então o resultado de 2 a 0.

Houve roubo?

É evidente que a reclamação dos palmeirenses sempre vai acontecer, ainda mais quando se tem dois pênaltis em uma partida somente, porém, os lances são indiscutivelmente passíveis de faltas graves e pedem uma intervenção do árbitro.

No entanto, a torcida palmeirense já pode ter sofrido nas mãos da arbitragem, assim como aconteceu no clássico do ano, quando houve um gol do rival que não foi anulado corretamente e acabou fazendo com que o Timão largasse na frente [VIDEO].

Mas não é o caso desta partida, pois o técnico Fábio Carille demonstrou, realmente, uma superioridade ao Roger Machado, comandante do Verdão [VIDEO].