A classificação para a segunda fase [VIDEO] da #Copa do Brasil, após vitória sobre a Caldense, em Minas Gerais, trouxe um pouco de alívio não só para jogadores e comissão técnica, como também para toda a diretoria do #Fluminense. Afinal, uma eliminação precoce em uma competição nacional diante de uma equipe pequena poderia piorar ainda mais o clima já bastante turbulento que ronda as Laranjeiras. No entanto, a vaga na segunda fase também trouxe um problema para a cúpula do Tricolor.

Em sorteio realizado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), ficou definido que o time carioca terá o mando de campo nesta segunda fase, que também será em jogo único, com a diferença é que no caso de empate, a definição do classificado irá para as penalidades.

Na primeira fase o time visitante jogava por uma igualdade nos 90 minutos.

É aí que mora o problema: com o Maracanã fechado para uma série de eventos, que nada tem relação com o futebol, a diretoria agora terá que correr atrás de um novo local para receber os pernambucanos, ainda a ser definido. Pela lógica, a opção seguinte ao Maracanã seria o Estádio Engenhão, mas isso dependeria de compromissos que o Botafogo [VIDEO] fosse ter na data.

Outra opção seria São Januário, mas com o Vasco praticamente na terceira fase da Copa Libertadores da América, haveria o risco do choque de datas. Los Larios, em Xerém, onde o time fez duas partidas da Taça Guanabara, além do Giulite Coutinho, em Mesquita, local que recebeu jogos do Tricolor pelo Brasileirão, também aparece como opções. Outra solução seria mandar o jogo para Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira.

Após a vitória por 1 a 0 sobre o Macaé, no último sábado (3), pela quinta rodada da Taça Guanabara, o técnico Abel Braga se mostrou visivelmente incomodado com a situação. “Onde vamos jogar na Copa do Brasil? Isso eu gostaria que não estivesse acontecendo. Vamos ver até onde vai chegar", disse. Ele ainda ressaltou que o time dentro de campo fez sua parte e que achar um local para o jogo é com a diretoria.

Fora das finais da Taça Guanabara, o Fluminense agora terá um bom período de descanso. Se até lá não houver esse jogo da Copa do Brasil, o Tricolor só voltará a campo no dia 21 de fevereiro, quando encara o Bangu, pela primeira rodada da Taça Rio.

Reclamou da mudança de data

A vitória sobre o Macaé de nada adiantou para o Fluminense avançar na Taça Guanabara, isso porque o Boavista venceu a Portuguesa e ficou com uma das vagas do grupo, a outra foi para o Botafogo. É justamente com o jogo diante do Boavista, ainda na primeira rodada, a bronca do técnico Abel Braga para o time não ter se classificado.

“Ninguém quer saber se o jogo correspondia as 15h30, com o horário de verão, o jogo era dia 18 e passou para o dia 17”, disse o treinador lembrando da mudança de data e hora do jogo de estreia, realizado pouco depois do time ter voltado dos Estados Unidos onde participou da Florida Cup. #PaixãoPorFutebol