O Flamengo é dentre os grandes clubes [VIDEO] do Futebol brasileiro, o único que ainda não teve sua defesa vazada nesta temporada, e isso jogando boa parte da Taça Guanabara com um time alternativo. E a defesa era uma preocupação da diretoria, que antes da bola voltar a rolar para os campeonatos estaduais, sondou um jogador de defesa que atua no futebol da Europa.

Segundo o jornalista da ESPN Brasil, Jorge Nicola, o Flamengo telefonou para o estafe do jogador Miranda, da Inter de Milão e da Seleção Brasileira. O jogador não tem tido, segundo o jornalista, muito prestígio junto aos chineses que compraram o clube italiano, porém, a vinda do jogador já para este início de ano foi descartada, uma vez que o time de Milão não tem muitas peças para o setor defensivo e não quer perder mais uma agora.

O contrato do zagueiro termina no dia 30 de julho e já até poderia assinar um pré-acordo, porém o jogador acredita que mesmo não ficando na Inter, ainda tem mercado lá fora e não está nos seus planos retornar agora para o Brasil. Outro fator que colaborou para esfriar o interesse dos cariocas, e também do Palmeiras [VIDEO], para sondar o jogador, foi o alto salário pedido pelo atleta, montante que ambos os clubes, mesmo gozando de boa situação financeira, consideraram fora da realidade para os padrões brasileiros.

Duelo com local definido

Flamengo e Botafogo se enfrentam em uma das semifinais da Taça Guanabara. O jogo está marcado para o sábado de Carnaval e por conta disso, os clubes entraram em um acordo com a Federação do Estado do Rio de Janeiro para que a partida fosse levada para o estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Lembrando que o mando de campo é do Flamengo e o estádio do Maracanã está fechado para eventos. O duelo será às 16h30.

Este não será o primeiro clássico disputado em Volta Redonda, válido por semifinais de Taça Guanabara. No ano passado, Flamengo e Vasco já haviam jogando no local, quando na ocasião o Rubro-Negro venceu por 1 a 0.

Voltou a treinar

O goleiro Diego Alves voltou aos treinamos após dois meses da realização de uma cirurgia para corrigir uma fratura na clavícula, sofrida nas semifinais da Copa Sul-Americana do ano passado. Exames constataram que o local já passou por calcificação e por conta disso ele foi liberado para treinar sem restrições. A expectativa é que ele possa estar em campo no jogo contra o River Plate, que marca a estreia rubro-negra na Copa Libertadores da América.