O jogo virou no Real Madrid, [VIDEO] ao que parece. Durante alguns meses, vários jogadores tentaram colocar Cristiano Ronaldo de lado, sugerindo que o craque não estava na sua melhor forma, mas agora é o craque quem está por cima e quem faz as exigências. Encontrado o caminho do sucesso, Ronaldo pede a Zidane que mantenha do jeito que está, ou seja, sem Isco na equipe.

O Real Madrid reencontrou sua melhor forma e está ganhando os jogos. [VIDEO]Defensivamente, o time continua errando um pouco, mas está compensando, no ataque, fazendo mais gols. Marco Asensio está de regresso ao time e fazendo bons jogos, sendo uma opção certeira de Zidane.

E é do lado dele e de Gareth Bale que Cristiano quer estar. De acordo com o Don Balón, o português se sentiu insultado opor alguns jogadores, durante a primeira metade da temporada, e ele não esqueceu nem perdoou quem foram os que ficaram contra ele, em seu pior momento.

O jogador português está cada vez mais apostado em continuar no Real Madrid, e completar aí sua marca histórica, onde ele está se impondo como um dos melhores jogadores da história. E ele vai continuar, mas na esperança que na próxima temporada tenha companheiros diferentes. E Isco Alarcón parece que se tornou mesmo um inimigo para Cristiano, que acredita que não está ajudando a equipe. E ele nem é o único pensando da mesma forma.

Aparentemente, o problema de Isco não é com sua qualidade, mas sim com sua personalidade, que ele acaba transpondo para dentro do gramado.

Alguma imprensa até já acusou o jogador de não dar seu melhor para prejudicar alguém em campo, e ele já foi visto sorrindo perante um gol do adversário. Nesse momento, são várias as pessoas no Real que estão desconfiando do comprometimento do espanhol.

O jornalista Eduardo Inda, do 'El Chiringuito', comentou isso mesmo durante o último programa, na segunda-feira. "Cristiano quer jogar com Bale, não com Isco", disse ele, se referindo a um lado mais obscuro do meia, que está se tornando um problema no vestiário madrileno. Todas essas guerras e brigas destroem o ambiente, e causam conflitos que se tornaram evidentes durante a temporada, levando a maus resultados inesperados.

Esta não é a primeira vez que a personalidade conflituosa de Isco é colocada em causa. Em 2016, Juan Luis Galiacho disse na "Extraconfidencial", um meio em que ele explicou o lado escuro de um Isco que poucos conhecem. Isco foi descrito como um "companheiro individualista e ruim " e que já havia arrumado problemas tanto na seleção da Espanha, como no Real Madrid. "Nenhum companheiro confia no Isco", disse Galiacho.