O meia Gustavo Scarpa fez neste domingo (4), no Allianz Parque, seu primeiro jogo com a camisa do Palmeiras. A contratação mais badalada do time neste começo de temporada entrou nos minutos finais do clássico diante do Palmeiras substituindo Lucas Lima. O pouco tempo dentro de campo fez o jogador diminuir a ansiedade e ter suas primeiras impressões atuando pelo novo clube. Em sua analise, a estreia foi positiva. [VIDEO]

Antes mesmo de a bola rolar, o meia já sentiu um pouco da receptividade da torcida palmeirense. Ele foi muito aplaudido no momento em que o sistema de som anunciou seu nome entre os reservas.

“Acredito que fui bem, deu para me soltar e acabar um pouco com o peso da ansiedade de estrear”, disse.

Ele acredita que agora mais leve possa ajudar mais o time e ainda celebrou o apoio que recebeu das arquibancadas. “A torcida é bem receptiva e foi muito barulhenta durante o jogo”. Ele também se lembrou de como era difícil na época em que era adversário. “Já senti como é difícil jogar contra o Palmeiras aqui. Hoje tenho essa torcida a meu favor”.

Com a vitória por 2 a 1 no clássico deste domingo (4) contra o Peixe, o Verdão é o único time do Campeonato Paulista que venceu seus cinco jogos. Os comandados do técnico Roger Machado voltam a campo no próximo sábado (10), quando visitam o Mirassol.

Lucas Lima

Outro personagem do clássico foi o meia Lucas Lima. Atuando pela primeira vez contra o ex-clube, o camisa 20 celebrou o aproveitamento máximo da equipe dentro do Campeonato Paulista e exaltar seis torcedores.

“Desde o aquecimento, na hora que entrei, casa cheia, já estava muito feliz. Sabíamos da dificuldade que teríamos, mas saímos vitoriosos”, disse.

Ele também citou como foi o encontro com os ex-companheiros e não escondeu a satisfação de tê-los batido dentro de campo. “Não vou ser hipócrita e dizer que não. Mas hoje fico feliz por ter ganhado deles”, afirmou o jogador na saída dos vestiários.

O jogador disse ainda que está feliz na nova casa e que quando está focado no trabalho as coisas fluem normalmente. “É o que vim buscar no Palmeiras: ser feliz,” cravou.

Borja

Autor do segundo gol contra o Santos, o atacante Borja voltou a ter sua atuação elogiada pelo técnico Roger Machado [VIDEO]. “Além de ele ter feito um belo jogo coletivamente, ele nos ajudou com um gol. Isso gera confiança, otimismo”, avaliou o treinador. Para ele, isso fará com que o atleta fique mais solto nos próximos jogos e todo o grupo ganhe com isso.