O meia Gustavo Scarpa fez neste domingo (4), no Allianz Parque, seu primeiro jogo com a camisa do Palmeiras. A contratação mais badalada do time neste começo de temporada entrou nos minutos finais do clássico diante do Palmeiras substituindo Lucas Lima. O pouco tempo dentro de campo fez o jogador diminuir a ansiedade e ter suas primeiras impressões atuando pelo novo clube. Em sua analise, a estreia foi positiva.

Antes mesmo de a bola rolar, o meia já sentiu um pouco da receptividade da torcida palmeirense.

Ele foi muito aplaudido no momento em que o sistema de som anunciou seu nome entre os reservas.

“Acredito que fui bem, deu para me soltar e acabar um pouco com o peso da ansiedade de estrear”, disse. Ele acredita que agora mais leve possa ajudar mais o time e ainda celebrou o apoio que recebeu das arquibancadas. “A torcida é bem receptiva e foi muito barulhenta durante o jogo”. Ele também se lembrou de como era difícil na época em que era adversário.

“Já senti como é difícil jogar contra o Palmeiras aqui. Hoje tenho essa torcida a meu favor”.

Com a vitória por 2 a 1 no clássico deste domingo (4) contra o Peixe, o Verdão é o único time do Campeonato Paulista que venceu seus cinco jogos. Os comandados do técnico Roger Machado voltam a campo no próximo sábado (10), quando visitam o Mirassol.

Lucas Lima

Outro personagem do clássico foi o meia Lucas Lima.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

Atuando pela primeira vez contra o ex-clube, o camisa 20 celebrou o aproveitamento máximo da equipe dentro do Campeonato Paulista e exaltar seis torcedores. “Desde o aquecimento, na hora que entrei, casa cheia, já estava muito feliz. Sabíamos da dificuldade que teríamos, mas saímos vitoriosos”, disse.

Ele também citou como foi o encontro com os ex-companheiros e não escondeu a satisfação de tê-los batido dentro de campo.

“Não vou ser hipócrita e dizer que não. Mas hoje fico feliz por ter ganhado deles”, afirmou o jogador na saída dos vestiários.

O jogador disse ainda que está feliz na nova casa e que quando está focado no trabalho as coisas fluem normalmente. “É o que vim buscar no Palmeiras: ser feliz,” cravou.

Borja

Autor do segundo gol contra o Santos, o atacante Borja voltou a ter sua atuação elogiada pelo técnico Roger Machado.

“Além de ele ter feito um belo jogo coletivamente, ele nos ajudou com um gol. Isso gera confiança, otimismo”, avaliou o treinador. Para ele, isso fará com que o atleta fique mais solto nos próximos jogos e todo o grupo ganhe com isso.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo